pronatec Archive

Copa do Mundo deve gerar 380 mil empregos temporários

pronatec

A Copa do Mundo deve gerar 380 mil empregos temporários no País em 2014, de acordo com um estudo realizado pela Value Partners Brasil, uma empresa de consultoria de gestão, a pedido do Ministério do Esporte. As novas vagas serão oferecidas especialmente por bares e restaurantes, em cargos como recepcionista, atendente e garçom.

Esta é uma das razões que tem levado o Ministério do Turismo a investir em qualificação profissional. O objetivo é incentivar o bom atendimento ao turista por meio do Pronatec Turismo, um programa de qualificação profissional que prepara os trabalhadores do setor em 54 atividades turísticas. O programa tem 125 mil pessoas matriculadas e 36 mil vagas abertas nas cidades-sede da Copa para cursos de garçom, auxiliar de cozinha, agente de informação turística, entre outros. Os cursos são oferecidos pelo Senac, Senai, Sesc e Sesi, institutos federais e estaduais de educação.

“O trabalhador que está diretamente em contato com o turista é nosso principal cartão de visitas. Ao investir em mão-de-obra, contribuímos também com a formação do indivíduo e com o desenvolvimento do setor”, diz Vinicius Lages, ministro do Turismo.

Há cerca de mil vagas para interessados em trabalhar nos quatro jogos da Copa que acontecem em Manaus. As vagas são para vendedor, atendente, caixa e recepcionista, todas para profissionais que comprovem fluência em língua inglesa. A remuneração diária varia entre R$ 120 a R$ 170. O trabalhador também recebe vale transporte e vale alimentação, de acordo com a Secretaria de Estado do Trabalho e o Sistema Nacional de Empregos (Sine).

Os Centros de Atendimento ao Turista devem gerar 50 novas vagas em Fortaleza, de acordo com a Secretaria de Turismo do Estado do Ceará; 20 novos postos em Brasília, segundo a Secretaria de Turismo do Distrito Federal; e mais 30 vagas para bacharéis ou técnicos de cursos de Turismo em São Paulo, de acordo com a empresa de turismo e eventos da cidade de São Paulo, a SPTuris.

Com informações do Ministério do Turismo

Estão abertas as inscrições para cursos de qualificação para a Copa

Estão abertas as pré-matriculas em cinco cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, na modalidade Pronatec Copa. Os interessados devem ter mais de 18 anos e morar em uma das 120 cidades nas quais o programa está inserido. As inscrições vão até o dia 7 de junho e devem ser feitas na secretaria de turismo da cidade escolhida.

Os cursos oferecidos são o de recepcionista e camareiro em hospedagem, garçom, auxiliar de cozinha e organizador de eventos. As vagas são limitadas e somente nos órgãos municipais de turismo o interessado poderá se informar sobre a disponibilidade de cursos e turnos.

Após a pré-matricula, será emitida uma Carta de Encaminhamento que deverá ser apresentada na Instituição de Ensino onde o curso será realizado. Além disso, o candidato deve apresentar, também, a carteira de identidade (cópia e original) ou carteira de motorista, CPF (cópia e original) e declaração de escolaridade e comprovante de residência.

Os cursos serão realizados em escolas públicas federais e estaduais (institutos federais e escolas estaduais de educação profissional), no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Serviço Nacional de aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Serviço Social do Transporte (Sest), ou outras criadas pelos ofertantes como unidades remotas de ensino.

Com informações do Portal Brasil

Secretaria da Educação abre inscrições para mais de mil vagas do Pronatec

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia realiza, até sexta-feira (14), inscrições para 1.023 vagas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec). As vagas são destinadas a estudantes do 2º e 3º ano do ensino médio ou do EJA Médio – tempos formativos VI e VII – da Rede Estadual de Educação, que farão os cursos em turno diferente ao qual estão matriculados. Neste semestre, o Pronatec beneficiará 5.673 estudantes do ensino médio com 55 cursos de formação profissional, em 63 municípios, dos 27 Territórios de Identidade.

Para se inscrever, basta procurar as diretorias regionais de Educação (Direc), a direção dos centros estaduais ou territoriais de Educação Profissional (Ceep ou Cetep) e as escolas do ensino médio beneficiárias do programa. Há vagas para Salvador e para as cidades de Amargosa, Barreiras, Brumado, Caculé, Firmino Alves, Guanambi, Itabuna, Itanhém, Ipiaú, Jequié, Maragogipe, Rio do Antônio (Distrito de Ibitiara), Ruy Barbosa, Santo Antônio de Jesus, Serrinha, Teixeira de Freitas, Valente, Valença e Vitória da Conquista.

Ação estratégica

O superintendente de Educação Profissional, Almerico Lima, afirma que a oferta do Pronatec é mais uma ação estratégica do Governo do Estado em parceria com o governo federal. Segundo Lima, com a qualificação destes jovens e trabalhadores, o Governo do Estado reforça o atendimento às demandas como o Porto Sul, Vida Melhor (Urbano e Rural), Copa 2014 e das políticas de interiorização estaduais de saúde, agricultura, trabalho, esporte e cultura, além de demandas territoriais específicas.

As aulas do programa foram iniciadas em setembro. “Estas 1.023 vagas são referentes às entradas do mês de dezembro. No total, foram 5.673 novas vagas de qualificação para nossos jovens e trabalhadores. Essa é uma grande conquista para a comunidade escolar e para a sociedade baiana, pois podemos comemorar mais jovens sendo preparados para uma inserção cidadã no mundo do trabalho”, ressalta.

Bahia é o segundo estado em investimentos no programa

Para executar o Pronatec na condição de ofertante, a Bahia recebeu o segundo maior recurso entre os nove estados escolhidos pelo Ministério da Educação (MEC) para a oferta do programa. Estão sendo investidos cerca de R$ 16 milhões na realização dos cursos. “Uma resposta do MEC pelo conjunto de ações que o Governo do Estado vem realizando nos últimos cinco anos ao assumir a Educação Profissional como uma política pública de Estado, assegurando a formação de jovens e trabalhadores como parte estratégica para o desenvolvimento da Bahia”, acrescentou Lima.

Dentre os cursos ofertados pelo Pronatec, estão Auxiliar de Gestão de Meio Ambiente, Saúde e Segurança na Construção Civil, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Cenotecnia, Auxiliar Financeiro, Auxiliar de Laboratório de Entomologia Médica, Auxiliar Técnico em Agropecuária, Agente de Desenvolvimento Socioambiental, Agente de Combate às Endemias, Agente de Informações Turísticas, Atendente de Nutrição, Costureiro, Cuidador de Idoso, Desenhista da Construção Civil, Fruticultor, Iluminador Cênico, Produtor Cultural, Preparador de Derivados de Leite e Promotor de Vendas.

Com informações da SECOM

Inscrições para cursos de capacitação para a Copa 2014 serão abertas em novembro

A terceira fase do Pronatec Copa será aberta em novembro, com uma novidade: o programa, implementado pelo Ministério do Turismo em parceria com o Ministério da Educação, oferecerá 52 cursos profissionalizantes, com o acréscimo de mais 23.

A informação foi divulgada durante o  40º Feira de Turismo das América (Abav) no Rio de Janeiro.

O objetivo foi apresentar ao mercado turístico os programas Pronatec Copa e Pronatec “In Company”, modalidades do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego voltadas para a Copa do Mundo da Fifa 2014.

O Pronatec oferece cursos profissionalizantes presenciais e gratuitos para ocupações de base do turismo. A modalidade Copa tem como objetivo capacitar profissionais até 2014, e a “In Company” é voltada para a formação de turmas específicas em empresas.

Juntos, Ministério do Turismo e Ministério da Educação investem R$ 393,7 milhões na iniciativa. Empresas que tenham interesse em formar turmas In Company devem entrar em contato com as unidades estaduais e municipais do Senac ou pela central telefônica do Ministério do Turismo: 0800 606-8484.

Para outras informações, acesse o site do Pronatec Copa

Com informações do Portal Brasil

Inscrições para Pronatec são prorrogadas até 31 de agosto

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia prorrogou, até a próxima sexta-feira (31), as inscrições para 55 cursos de qualificação profissional de 11 eixos tecnológicos pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Serão ofertadas 5.673 vagas, em 63 municípios. Os cursos serão oferecidos, exclusivamente, para estudantes do 3º ano do ensino médio ou estudantes do segmento EJA Médio (tempo formativo VI e VII). O aluno fará o curso no turno oposto ao qual está matriculado.

As inscrições serão realizadas nos Centros Territoriais (Cetep) e Estaduais (Ceep) de Educação Profissional. O estudante deve se dirigir à direção do Cetep, Ceep ou colégio onde estuda para preencher uma ficha com seus dados pessoais. Na ficha, indicará até dois cursos de seu interesse. As inscrições serão encaminhadas à Superintendência de Educação Profissional (Suprof). A Suprof realizará o sorteio das vagas e enviará a listagem com os sorteados para o centro e unidade escolar divulgarem os resultados e efetivarem a pré-matrícula.

Entre os cursos oferecidos estão cuidador de idosos, manutenção e montagem de micros, auxiliar técnico-administrativo, auxiliar técnico de agropecuária, regente de banda, agente de informações turísticas, agente socioambiental, agente de observação de segurança na indústria e na construção civil, atendente de nutrição, eletricista industrial e predial, preparador de pescado, desenhista de construção civil, agente comunitário de saúde e agente de controle de endemias.

Com informações da SECOM

Secretaria da Educação abre mais de cinco mil vagas pelo Pronatec

A Secretaria Estadual da Educação (SEC) inscreve para 55 cursos de qualificação profissional pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). As inscrições seguem até sexta-feira (24), exclusivamente para estudantes do 3º ano do ensino médio ou do EJA Médio (tempo formativo VI e VII).

Serão oferecidas 5.673 vagas, em 63 municípios. Em Salvador e região metropolitana, serão 1.593 vagas. A Bahia é um dos noves estados que receberam recursos do Pronatec, num total de R$ 15.894.000.

As inscrições acontecem nos centros de educação profissional e em algumas unidades escolares. Confira os locais de inscrições no Portal da Educação. É necessário preencher uma ficha com os dados pessoais e indicar até dois cursos do interesse do estudante. A confirmação da inscrição será feita por meio de sorteio de vagas realizado pela Superintendência de Educação Profissional da SEC.

Com esses cursos, os estudantes vão passar mais tempo na escola, fazendo qualificação profissional no turno oposto ao qual está regularmente matriculado. Os 55 cursos vão reforçar o atendimento às demandas de formação do Porto Sul, Vida Melhor (Urbano e Rural), Copa de 2014, políticas estaduais de saúde e da cultura, além de demandas territoriais específicas.

Relação dos cursos ofertados em Salvador e RMS

Agente de Informações Turísticas

Agente de Desenvolvimento Socioambiental

Agente Comunitário de Saúde

Agente de Combate às Endemias

Agente de Observação de Segurança na Indústria

Atendente de lanchonete

Auxiliar em Serviços de Hospedagem

Auxiliar de Laboratório de Entomologia Médica

Auxiliar Financeiro

Auxiliar Administrativo

Atendente de Nutrição

Auxiliar de Operações em Logística

Auxiliar de Laboratório de Entomologia Médica

Auxiliar de Laboratório Químico

Auxiliar de Cenotecnia

Auxiliar em Administração de Redes

Costureiro

Iluminador Cênico

Padeiro e Confeiteiro

Produtor Cultural

Trabalhador Doméstico

Torneiro Mecânico

Montagem e Manutenção de Computadores

Operador em Beneficiamento de Pescado

Com informações da SECOM

Programa nacional oferece vagas em cursos para estudantes baianos

A Rede Estadual de Educação Profissional da Bahia foi habilitada pelo Ministério da Educação (MEC) a ofertar cursos pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) a partir deste semestre. Serão 5.677 vagas em 62 municípios, consolidando a rede como a maior instituição do estado a oferecer cursos técnicos. Para a ação, o Governo da Bahia vai contar com, aproximadamente, R$ 16 milhões de investimentos.

Com o Pronatec, a Rede Estadual de Educação Profissional reforçará o atendimento às demandas de formação do Porto Sul, Vida Melhor (Urbano e Rural), Copa 2014, além da interiorização das políticas estaduais de saúde e da cultura, e de demandas territoriais específicas.

A Bahia obteve o segundo maior montante destinado aos estados, dos nove que conseguiram atender aos condicionantes do MEC. No total, o ministério vai investir R$ 92 milhões. “O tamanho e capilaridade da rede estadual, que conta com 54 Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional, além da boa execução dos programas federais e do número de matrículas (56.604 estudantes e trabalhadores beneficiados), foram determinantes”, afirma Almerico Lima, superintendente de Educação Profissional.

A previsão é de que os cursos comecem em setembro e outubro, com as inscrições ocorrendo já no mês de agosto. Os estudantes terão transporte, alimentação, fardamento composto por camisa, boné e bolsa, material e livro didático. Além da rede estadual, o Senai, Senac, Ifba e IFbahiano, também ofertam cursos do Pronatec no estado.

Oportunidades

Serão ofertados 63 cursos de formação inicial ou qualificação profissional em onze eixos tecnológicos. Dentre os cursos, estão: cuidador de idosos, manutenção e montagem de micros, auxiliar técnico-administrativo, auxiliar técnico de agropecuária, regente de banda, agente de informações turísticas, agente socioambiental, agente de observação de segurança na Indústria e na construção civil, atendente de nutrição, eletricista industrial e predial, preparador de pescado, desenhista de construção civil, agente comunitário de saúde e agente de controle de endemias.

Os cursos serão ofertados para estudantes do 3º ano do ensino médio ou estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) médio (tempo formativo VI e VII) e para concluintes de curso EJA Fundamental que estejam no Cadastro Único do Governo Federal.

Em sete municípios de diferentes Territórios de Identidade (TI), a Educação Profissional Estadual será ofertada pela primeira vez. São eles: São Desidério, no TI da Bacia do Rio Grande; Utinga, no TI da Chapada Diamantina; Ibititá, no TI de Irecê; Conceição da Feira e Santo Estevão, no TI Portal do Sertão; Jandaíra, no TI Agreste de Alagoinhas/Litoral Norte e São Francisco do Conde, no TI do Recôncavo. Outros municípios poderão ser beneficiados posteriormente.

Pedagógico

O diferencial dos cursos da Rede Estadual de Educação Profissional está na concepção pedagógica. “Os cursos são todos vinculados a uma modalidade técnica específica. Deste modo, o estudante poderá prosseguir, se desejar os estudos. As cargas horárias, entre 240 e 600 horas, foram ampliadas para garantir a introdução de Português e Matemática instrumentais, noções de organização do processo de trabalho, de ética e de direitos do trabalho”, observa Almerico Lima.

O conteúdo técnico envolve prática e conhecimentos científicos e tecnológicos. Assim, o curso de preparação de pescado, por exemplo, terá também como conteúdo, noções de biologia de animais aquáticos, de microbiologia e de segurança alimentar.

Com informações da SECOM

Mec terá 70 mil novos cargos para Reuni e Pronatec

O Senado aprovou hoje (30) projeto de lei que autoriza o Ministério da Educação a criar mais de 70 mil cargos e funções a serem preenchidos até 2014. Como foi aprovado na Câmara e não sofreu modificações no Senado, a proposta segue agora para sanção presidencial.

Segundo o governo, as vagas serão usadas no Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) e no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec).

Na justificativa da proposta encaminhada ao Congresso pela Presidência da República, o governo sustenta que a abertura dos cargos visa a promover a melhoria da educação nas universidades e nas escolas técnicas de ensino básico e médio.

De acordo com o projeto de lei, serão criados 43.875 cargos de professor, dos quais 19.569 da carreira de magistério superior e 24.306 do magistério do ensino básico, técnico e tecnológico. Ainda serão criados 27.714 cargos de técnico administrativo, além de 1.608 de direção e 3.981 de funções gratificadas.

Com informações da Agência Brasil

Pronatec Copa vai capacitar profissionais na Bahia

Estão abertas as inscrições do Pronatec Copa, programa do Ministério da Educação em parceria com o Ministério do Turismo para a qualificação de profissionais que atuam no setor, visando à Copa do Mundo de 2014. Os cursos serão ministrados pelo Instituto Federal da Bahia. No Estado, um dos principais parceiros do MTur na mobilização dos participantes das oficinas é a Secretaria de Turismo.

De acordo com a superintendente de Serviços Turísticos da Setur, Cássia Magalhães, para a primeira etapa do programa, que terá início em junho deste ano, foram disponibilizadas vagas para os cursos de capacitação em inglês e espanhol. “Já no próximo ano, haverá turmas para o ensino da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras)”, disse.

Os cursos, que terão duração de 200 horas por módulo, são gratuitos, e os interessados devem ter mais de 18 anos e ter cursado o ensino fundamental. Na Bahia, o Pronatec atenderá aos moradores dos municípios de Salvador, Lauro de Freitas, Mata de São João, Camaçari, Maragojipe, Cachoeira e Lençóis.

Outras modalidades de capacitação do programa incluirão cursos para profissionais como agentes de informações turísticas, agentes de viagens, auxiliares de serviços de hospedagem, auxiliares de garçom, auxiliares de agenciamento de viagens, bartender, camareiras em meios de hospedagem, condutores de turismo de aventura, mensageiros, monitores de recreação, monitores ambientais, pizzaiolo, organizadores de eventos, recepcionistas de meios de hospedagem e de eventos, sommelier e sushiman.

Mais informações e como se inscrever, acesse o site http://pronateccopa.turismo.gov.br/pronatec/hotsite/index.html

Com informações da SETUR

Lei do Pronatec deve ampliar oferta de vagas na Educação Profissional da Bahia

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia deverá ofertar no próximo ano vagas de formação e qualificação profissional ligadas ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A lei do Pronatec foi sancionada nesta quarta-feira (26), em Brasília, pela presidente Dilma Rouseff, numa cerimônia que contou com a presença do governador Jaques Wagner, do secretário da Educação, Osvaldo Barreto, e do superintendente da Educação Profissional, Almerico Lima.

A estimativa é a de que a rede estadual de Educação Profissional oferte duas mil vagas para cursos técnicos concomitantes e cinco mil vagas para cursos de formação inicial e continuada/qualificação profissional. Espera-se, com isso, que o Pronatec contribua para que o Estado atinja, até 2014, a meta de 84 mil matrículas em educação profissional e de qualificação.

Assim, o Governo da Bahia estará conciliando a oferta do Pronatec com as demandas do desenvolvimento socioeconômico e ambiental do estado em articulação com programas como o Vida Melhor e o Bom Trabalho. A Secretaria da Educação, por meio da sua Superintendência de Educação Profissional (Suprof), coordena as ações do Pronatec no estado.

Segundo Almerico Lima, na Bahia, além da Secretaria da Educação, o Pronatec será executado também pelas instituições parceiras – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba), IFBahiano, Serviço Nacional de Aprendizage Industrial (Senai) e Serviço nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Até o momento, estão programadas cerca de nove mil vagas em cursos de formação inicial e continuada/qualificação em 18 territórios de identidade.

“O diálogo com demais segmentos envolvidos no processo é fundamental para garantir, entre outras coisas, que não haja sobreposição na oferta de cursos e desperdício de recursos públicos. Nesse sentido, a negociação com os parceiros locais prossegue no intuito de dar início às ações do Pronatec, na Bahia”, explica Almerico.

Programa

Parte integrante do Programa Brasil Sem Miséria do governo federal, o Pronatec reúne um conjunto de ações destinadas a ampliar e democratizar a oferta de vagas na educação profissional brasileira. A meta é beneficiar até oito milhões de brasileiros com cursos técnicos oferecidos pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, redes estaduais de educação, Sistema S, redes particulares de educação e entidades particulares sem fins lucrativos.

O núcleo da ação do Pronatec consiste em oferecer vagas (denominadas bolsas de formação) de cursos técnicos e de formação inicial e continuada/qualificação, que serão concedidas a estudantes do ensino médio da rede pública, de forma concomitante, por meio das redes públicas e Sistema S.

Também serão ofertadas vagas (denominada bolsa de formação do trabalhador) para capacitar os beneficiários do seguro-desemprego e de programas de inclusão produtiva com cursos de formação inicial e continuada.

Com informações da SECOM