lista Archive

Instituições de ensino convocam candidatos em lista de espera do ProUni

As instituições de ensino convocam nesta sexta-feira (8), em segunda chamada, os candidatos em lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni). Cabe ao estudante o acompanhamento da convocação diretamente com as instituições de ensino. Os candidatos terão desta sexta (8) a 13 de março para comprovar as informações. A perda do prazo ou a não comprovação dos dados implicará, automaticamente, a reprovação do candidato.

No site do programa estão detalhados os procedimentos necessários para obter a bolsa de estudo. Além de documentos pessoais, o candidato deve apresentar comprovantes de residência, de rendimentos e de conclusão do ensino médio, entre outros.

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em instituições privadas de educação superior para cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Para o primeiro semestre deste ano, foram oferecidas 162.329 bolsas. O balanço final do programa registrou 1.032.873 inscritos.

Tem direito à bolsa integral o candidato com renda familiar per capita até um salário mínimo e meio (R$ 1.017). Para as bolsas parciais (50% da mensalidade), a renda familiar deve ser até três salários mínimos (R$ 2.034) por pessoa.

Com informações da Agência Brasil

ProUni convoca candidatos em lista de espera

As instituições de ensino convocam nesta quinta-feira (28) os candidatos em lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni). O resultado será divulgado na página do ProUni, por meio da central de atendimento – telefone 0800 616161 – e nas instituições que participam do programa. Os candidatos terão desta quinta (28) a 5 de março para comprovar as informações. A perda do prazo ou a não comprovação dos dados implicará, automaticamente, a reprovação do candidato.

No site do programa estão detalhados os procedimentos necessários para obter a bolsa de estudo. Além de documentos pessoais, o candidato deve apresentar comprovantes de residência, de rendimentos e de conclusão do ensino médio, entre outros.

Aqueles que não forem pré-selecionados terão uma segunda chance no dia 8 de março, quando vai ocorrer a segunda chamada da lista de espera. Os convocados na segunda chamada devem comparecer aos locais indicados entre os dias 8 e 13 de março.

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em instituições privadas de educação superior para cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Tem direito à bolsa integral o candidato com renda familiar per capita até um salário mínimo e meio (R$ 1.017). Para as bolsas parciais (50% da mensalidade), a renda familiar deve ser até três salários mínimos (R$ 2.034) por pessoa.

Com informações da Agência Brasil

Secretaria da Educação inscreve até quinta (28) para projeto Viver Escola

No período de 4 a 27 de março, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia realizará o projeto Viver Escola, oferecendo atividades pedagógicas nas áreas de matemática, português, ciências da natureza, além de jogos e atividades lúdicas educacionais.

Podem participar os estudantes que concluíram o 5º ano (4ª série) na rede municipal de Salvador e que estão ingressando na rede estadual, este ano, no 6º ano do ensino fundamental (5ª série). A intenção é ajudá-los a se adaptar à fase de transição para a adolescência.

O projeto acontecerá em 62 escolas-polo distribuídas em diversos bairros de Salvador. A lista dos nomes e endereços das escolas-polo está disponível no Portal da Educação ou em qualquer escola da rede.

Com informações da SECOM

Convocados na segunda chamada do ProUni devem efetivar a matrícula até esta terça (19)

Os estudantes pré-selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até esta terça-feira (19), para apresentarem os documentos e providenciar a matrícula na instituição de ensino.

Os candidatos não selecionados nesta segunda chamada podem integrar a lista de espera do Programa. A adesão deve ser feita nos dias 24 ou 25 deste mês. A primeira convocação da lista de espera será divulgada no dia 28.

Para garantir a bolsa, os estudantes devem entregar os documentos que comprovem as informações prestadas na ficha de inscrição. No site do programa estão detalhados os procedimentos necessários para obter a bolsa de estudos. Além de documentos pessoais, o candidato deve apresentar comprovantes de residência, de rendimentos, de conclusão do ensino médio, entre outros.

Tem direito à bolsa integral o candidato com renda familiar per capita até um salário mínimo e meio (R$ 1.017). Para as bolsas parciais (50% da mensalidade), a renda familiar deve ser até três salários mínimos (R$ 2.034) por pessoa.

Com informações do Portal Brasil

Suspensão da venda de 225 planos de saúde passa a valer a partir desta segunda (14)

A partir desta segunda-feira (14), 225 planos de saúde administrados por 28 operadoras estão proibidos de ser comercializados em todo o Brasil. De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a decisão foi tomada em razão do descumprimento dos prazos máximos fixados para a marcação de consultas, exames e cirurgias.

A venda dos planos ficará suspensa até março, podendo ser prorrogada em caso de reincidência. Quem já é beneficiário dos planos suspensos não terá o atendimento prejudicado, uma vez que a suspensão consiste em impedir as operadoras de vender a novos segurados.

Desde dezembro de 2011, quando foi iniciado o monitoramento, 16 operadoras não vêm cumprindo, de forma reincidente, os critérios estabelecidos pelo governo e serão indicadas para a abertura de processo com o objetivo de corrigir as anormalidades. As outras 12 operadoras suspensas e não reincidentes deverão assinar um termo de compromisso visando à redução do número de reclamações.

Das 38 operadoras que tiveram planos suspensos em outubro do ano passado, 18 melhoraram os resultados e já podem voltar a comercializar um total de 45 planos de saúde. A lista completa de operadoras e planos de saúde suspensos pode ser acessada no site da ANS.

Com informações da Agência Brasil

Primeira chamada de aprovados no Sisu já pode ser consultada

O resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) já pode ser consultado na página do programa,  nas instituições participantes e na central de atendimento do Ministério da Educação (MEC), por meio do telefone 0800-616161. A consulta foi aberta inicialmente apenas pelo 0800, enquanto o sistema fazia o carregamento dos dados na internet.

Os convocados devem providenciar a matrícula entre os dias 18 e 22 deste mês. A segunda chamada será divulgada no próximo dia 28, com matrículas de 1º a 5 de fevereiro.

Ao todo, 1.949.958 inscritos disputaram as 129.319 vagas em 3.752 cursos. Na primeira edição deste ano do Sisu, participaram 101 instituições públicas de educação superior. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), houve um crescimento de 11% em relação ao ano passado, quando o sistema registrou 1.757.399 inscritos.

No caso de notas iguais, o desempate entre os candidatos obedece à seguinte ordem de critérios: maior nota obtida na redação; maior nota obtida na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias; maior nota obtida na prova de matemática; maior nota obtida na prova de ciências da natureza; maior nota obtida na prova de ciências humanas.

Os estudantes que não forem selecionados nas duas primeiras convocações ainda terão mais uma chance. Os alunos podem aderir à lista de espera para concorrer às vagas remanescentes. Para isso, precisa manifestar, no site do programa, seu interesse, acessando o boletim do candidato e clicando no ícone que corresponde à confirmação de interesse em participar da lista de espera do Sisu.

A participação na lista de espera somente poderá ser feita na primeira opção de vaga do candidato. O prazo de adesão vai de 28 deste mês a 8 de fevereiro. No dia 18 de fevereiro, ocorrerá a convocação, pelas instituições, dos candidatos em lista de espera.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou este mês a bolsa assistência estudantil. O valor de R$ 400 é uma das formas encontradas pelo governo para garantir a permanência dos alunos cotistas de baixa renda nas universidades federais. A medida está prevista para entrar em vigor em maio deste ano.

O benefício será concedido aos alunos de cursos com duração diária acima de cinco horas e ainda depende da aprovação do Orçamento no Congresso Nacional. Terão direito garantido à assistência os alunos aprovados no Sisu, por meio de cotas sociais, ou seja, estudantes com renda per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo.

Com informações da Agência Brasil

Procon divulga pesquisa comparativa de material escolar

O conjunto de caneta hidrocor, com 12 cores, da marca Faber Castell, que na loja Papel e Cia do Salvador Shopping é vendido por R$ 9,90, na Livraria Saraiva do Shopping Iguatemi sai por R$ 25,80. Uma diferença de R$ 15,90 entre as lojas. A constatação é do Procon-BA, órgão ligado à Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), que divulgou nesta segunda-feira (7) o resultado da pesquisa comparativa de preço de material escolar realizada em 12 estabelecimentos de Salvador.

O objetivo da ação é facilitar a busca dos consumidores por locais que comercializam produtos escolares com valores mais acessíveis. Outro produto que apresentou uma grande variação foi o bloco de papel A4 140G da marca Romitec. Ele custa R$ 4,60 na Livraria e Papelaria Lapa e R$ 19,45 na Livraria Monteiro, ambas no centro da cidade.

Também foram visitadas as lojas 2M Livraria e Papel (Nazaré), Livros e Cia (Nazaré), Atlas Papelaria (Comércio), Ômega Papelaria (Comércio), Livraria e Papelaria Lapa (Nazaré), Le Biscuit (Salvador Shopping), Idéia Papelaria (Nazaré), Livraria Santa Cruz (Nazaré) e Americanas (Shopping Iguatemi).

A pesquisa foi realizada entre os dias 28 de dezembro e a última sexta-feira (4), sendo consultados 24 produtos, entre eles, cola em bastão, conjunto de tinta guache, giz de cera, régua, classificador e caneta.

A iniciativa tem caráter educativo e vem sendo realizada pelo Procon-BA também em períodos como Dia das Crianças e Páscoa. Segundo a superintendente do Procon, Gracieli Leal, essas pesquisas são importantes para auxiliar o consumidor antes de efetivar a compra.

Com informações da SECOM

MEC divulga resultado do Enem 2012

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta sexta-feira (28) o resultado final do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012. Os participantes podem acessar os resultados individuais, mediante inserção do número de inscrição e senha ou CPF e senha no site do Enem.

Com o resultado do exame, os candidatos poderão disputar 129.279 vagas, em 3.751 cursos superiorespor meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Na primeira edição de 2013, 101 instituições públicas de educação superior selecionarão estudantes por meio do sistema.

As universidades têm autonomia e poderão optar entre quatro possibilidades de aproveitamento do exame como processo seletivo: como fase única, com o sistema de seleção unificada; como primeira fase; combinado com o vestibular da instituição; como fase única para as vagas remanescentes do vestibular.

Algumas instituições participantes do Sisu adotam pesos diferentes para as provas do Enem 2012. Dessa forma, quando o candidato se inscrever para curso em que a instituição adotou outros critérios para determinada prova do Enem 2012, o sistema fará automaticamente o cálculo, de acordo com as especificações da instituição, gerando uma nova nota, que será informada ao candidato.

De acordo com o MEC, é possível que o candidato tenha notas diferentes para cursos diferentes, já que as instituições participantes do Sisu podem atribuir pesos diferentes ou bônus nas provas do Enem 2012. Dessa forma, a nota do candidato pode variar de acordo com os parâmetros definidos pela instituição.

O processo seletivo do Sisu é feito em uma única etapa de inscrição e não terá vagas para cursos a distância. O candidato deve escolher até duas opções entre as vagas oferecidas pelas instituições.

O estudante interessado também deve definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, às vagas reservadas de acordo com a Lei de Cotas ou às vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições.

Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada. Ao final dessa etapa, o sistema seleciona automaticamente os candidatos mais bem classificados em cada curso, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações (pesos atribuídos às notas ou bônus).

O processo seletivo terá duas chamadas. Caso a nota do candidato possibilite sua classificação em suas duas opções de vaga, ele será selecionado exclusivamente para a primeira opção.

O candidato que não conseguir nota para se matricular na primeira opção e for selecionado na segunda continuará concorrendo, na chamada seguinte, à primeira opção. Assim, se na chamada subsequente o candidato já matriculado na segunda opção for selecionado para a primeira (por desistência de candidatos selecionados, por exemplo), a matrícula na vaga da primeira opção implicará o cancelamento automático da matrícula efetuada anteriormente na segunda opção.

Depois das chamadas regulares do processo seletivo, o Sisu divulgará para as instituições participantes uma lista de espera, que será usada para preencher as vagas não ocupadas. Nesse caso, o candidato deve acessar o seu boletim, na página do sistema, e manifestar o interesse. Podem participar da lista, os candidatos não selecionados nas chamadas regulares e aqueles selecionados em sua segunda opção, independentemente de terem efetuado a matrícula.

A novidade deste ano está na oferta de vagas específicas para políticas de ações afirmativas no Sisu. Todas as universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e centros federais de educação tecnológica participantes do Sisu terão vagas reservadas para estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas.

Dessa forma, durante as duas chamadas do Sisu, o candidato que optar por uma determinada modalidade de concorrência estará concorrendo apenas com os candidatos que tenham feito essa mesma opção. O sistema selecionará, dentre eles, os que tiveram as melhores notas no Enem de 2012.

O sistema também faculta às instituições distribuir bônus como forma de ação afirmativa. A instituição atribui uma “pontuação extra” (bônus), a ser acrescida à nota obtida no Enem pelo candidato. Nesses casos, o candidato beneficiado concorre com todos os demais inscritos em ampla concorrência.

Confira o cronograma do Sisu:

07/01 a 11/01 – Período de inscrições
14/01 – Resultado da primeira chamada
18/01 a 22/01 – Matrícula da primeira chamada
28/01 – Resultado da segunda chamada
28/01 a 08/02 – Prazo para participar da Lista de Espera
01/02 a 05/02 – Matrícula da segunda chamada
18/02 – Convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições

Com informações da Agência Brasil

Entrega voluntária de armas cresce 14% em uma semana

Uma semana após lançar uma nova campanha publicitária para a entrega voluntária de armas, 509 armas de fogo foram entregues pela população, o que significa um aumento de 14% em relação à semana anterior, quando foram recolhidas 445 armas em quase todo o País.

São Paulo lidera o ranking de entrega de armas na última semana, com 149 unidades; o Rio Grande do Sul recolheu 82 e Minas Gerais, 66. Os três tipos de armas mais entregues na última semana foram: revólver (298), espingarda (83) e pistolas (45). Em 2012, desde janeiro, 62 mil armas já foram entregues.

Dados do Ministério da Saúde indicam que 35.233 brasileiros morreram, em 2010, vítimas de armas de fogo. O número corresponde a 70,5% dos 49.932 assassinatos cometidos no país naquele ano.

Se forem considerados os suicídios, os acidentes e mortes de intenção indeterminada, as armas de fogo foram os instrumentos responsáveis pela morte de mais de 38 mil pessoas. Dados do Ministério da Saúde mostram que as mortes por armas de fogo caíram de 39,3 mil, em 2003, para 37,1 mil, em 2004, e 36 mil, em 2005.

Indenização

Para incentivar a entrega de armas pelos cidadãos, os valores de indenização para quem aderir à Campanha Nacional de Desarmamento foram aumentados. Os recursos, que antes iam de R$ 100 a R$ 300, passam a variar de R$ 150 a R$ 450 de acordo com o tipo e calibre do armamento. Veja os valores reajustados.

Como entregar

Qualquer pessoa que queira entregar uma arma de fogo deve se dirigir a uma delegacia da Polícia Federal (PF) ou da Polícia Rodoviária Federal (PRF) ou demais postos cadastrados. Verifique os postos de entrega voluntária de armas.

Para entregar arma é necessário ter preenchida uma guia de trânsito, para que o cidadão se locomova de maneira legal e segura até o posto de entrega. A arma deve ser entregue descarregada e embalada. Munições devem ser levadas separadamente, mas não serão indenizadas. A identificação de quem quiser entregar a arma não é obrigatória.

As armas serão inutilizadas no ato da entrega nos postos credenciados. Posteriormente, serão encaminhadas ao setor especializado da Polícia Federal para o descarte total, que, geralmente, é feito por meio da queima em fornos industriais de alta temperatura.

Ao entregar a arma, o cidadão receberá um protocolo do Banco do Brasil, composto de 16 dígitos, e uma senha de quatro dígitos que ele mesmo cadastrará na hora. Com esse documento, a pessoa deve se dirigir a uma das agências ou caixas eletrônicos do banco, para sacar sua indenização. O prazo é de 24 horas depois da arma entregue.

Números

Em 2011, foram recolhidas 36,8 mil armas de fogo no País, e foram pagos R$ 3,5 milhões em indenizações pelos armamentos. O orçamento da campanha no ano passado foi de R$ 9 milhões. Até 2011, 24 estados e o Distrito Federal aderiram à campanha, com 1.886 postos em todas as unidades da federação, localizados em batalhões das Polícias Militar, Civil e Federal, além das Guardas Municipais e Corpo de Bombeiros.

São Paulo (com 9.994), Rio Grande do Sul (com 4.599), Rio de Janeiro (com 3.918) e Minas Gerais (com 3.033) foram os estados com maior número de entregas no ano passado. A relação entre o número de entregas e o tamanho da população coloca em destaque a participação de locais com população menor, como é o caso do Acre e do Distrito federal.

Desde 2004, as mobilizações foram responsáveis por retirar de circulação cerca de 570 mil armas. A edição iniciada em 2008 foi responsável pela regularização de outras 500 mil.

Com informações do Portal Brasil

Escola Pública de Trânsito convoca pré-selecionados para matrícula

Os candidatos aptos para o curso de 1ª habilitação gratuita oferecido pela Escola Pública de Trânsito do Detran-Ba (EPTran) devem ficar atentos ao período de comprovação das informações declaradas no ato da inscrição. A EPTran vai convocar os pré-selecionados de acordo com a ordem de inscrição, em lotes de mil candidatos que serão divulgados nesta segunda-feira (17). Eles deverão comparecer à escola munidos da documentação exigida em janeiro, sempre das 8 às 12h e das 13h30 às 16h.

É importante que os candidatos acompanhem o processo de seleção pelo site da Escola Pública e fiquem atentos ao prazo de matrícula, pois aqueles que não comparecerem no período solicitado terão a inscrição automaticamente cancelada.  No ato da matrícula serão exigidas originais e cópias do documento de identidade, CPF, carteira de trabalho (página da foto, da qualificação civil e da identificação do último contrato de trabalho), comprovante de residência ou domicílio (conta de água, luz ou telefone), uma foto 3×4 atual, com fundo branco ou azul, comprovante de renda (contra-cheque), histórico escolar do 1º grau (obrigatório), 2º e 3º graus, se cursados, em escola pública ou comprovante de que era bolsista em escola particular.

Laudo

Se a documentação estiver totalmente regularizada, os candidatos deverão realizar a abertura do serviço de obtenção da 1ª Habilitação (CNH), comprando o laudo na própria Eptran. Na ocasião, uma clínica credenciada pelo Detran será indicada para a realização, gratuita, dos exames médicos e psicológicos. Aprovados nestes exames, os alunos terão aulas teóricas e farão o exame teórico. Aqueles que forem aprovados no exame teórico terão as aulas práticas gratuitamente.

Confira a lista de todos os 5000 candidatos inscritos através do link abaixo:   Acesse aqui a lista dos 5000 candidatos inscritos

Com informações da SECOM