JAC Motors Archive

Pedra fundamental da JAC em Camaçari consolida polo automotivo baiano

Depois de dois anos de negociações, com visitas do governador Jaques Wagner à China e dos chineses à Bahia, mais uma indústria automotiva está se instalando no Polo Industrial de Camaçari (PIC). Nesta segunda-feira (26), foi lançada a pedra fundamental da fábrica da montadora JAC Motors. “É perto de R$ 1 bilhão em investimentos, 3,5 mil empregos diretos e cerca de 10 mil indiretos. A JAC Motors se torna, também, um fator de atração de novos investimentos”, disse o governador. A capacidade da planta de Camaçari será de 100 mil unidades anuais.

Na cerimônia, o governador, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, e os presidentes da JAC Motors da China e do Brasil, An Jin e Sérgio Habib, enterraram, simbolizando uma cápsula do tempo, um automóvel JAC J3 no terreno da fábrica, com textos, fotos e objetos, que serão recuperados dentro de 20 anos – em 2032.

Foto: Manu Dias/SECOM

De acordo Wagner, a decisão do governo federal de aumentar o IPI dos automóveis importados foi fundamental para se tratar de forma diferenciada as empresas que querem passar de importadoras a fabricantes no Brasil. “A presidenta Dilma entendeu que era importante atrair montadoras. A JAC estava nesta espera e teve viabilizado o seu empreendimento. Agora, vamos esperar sair o primeiro JAC Bahia-Brasil em 2014”. A JAC é a segunda fábrica de automóveis a se instalar no estado. A primeira foi a Ford.

Incentivos

Segundo o ministro Pimentel, “a JAC Motors é a primeira empresa a lançar no Brasil uma pedra fundamental já sob o regime Inovar Auto. Ele disse que o decreto do regime automotivo foi publicado recentemente e já começa a produzir resultados positivos. “Este novo regime vai vigorar até 2018 e pretende atrair para o Brasil novos fabricantes de veículos e sistemistas na área de autopeças”.

O secretário da Fazenda, Luiz Alberto Petitinga, disse que a JAC é beneficiada, também, pelo programa estadual Pró-Auto. “Isso é um fator de desenvolvimento, sabemos que de forma indireta isso traz inclusive aumento da arrecadação, uma vez que há a geração de emprego e a atração de outras empresas para a Bahia”.

Ministro anuncia interesse de mais indústrias chinesas na Bahia

O ministro Pimentel informou que há outras empresas interessadas em vir para o estado. “Um secretário-executivo do Ministério voltou da China no final da semana passada e nos deu a notícia de que há outra montadora praticamente decidida a se instalar na Bahia”. “Este é um esforço do Governo do Estado. O governo federal não faz a atração, apenas cria as condições para que os investimentos venham para o Brasil. Cabe ao Estado atrair estas empresas. A Bahia conseguiu sensibilizar a direção da JAC Motors com esta perspectiva e hoje é um dia importante para o Brasil. Nós estamos mostrando a pujança, a força da nossa economia”, disse Pimentel.

Cápsula do tempo demonstra compromisso a longo prazo

An Jin disse que a atuação do governo baiano na negociação se destacou e influenciou na decisão do local de implantação da montadora. “A Bahia também oferece mão de obra especializada de qualidade, além de localização estratégica para importação e exportação”.

De acordo com Sérgio Habib, o carro enterrado é um compromisso da JAC Motors com a Bahia. “Quando a cápsula do tempo for desenterrada, isso aqui será um complexo industrial gigante, e poderemos comparar o que é isto aqui hoje e o que será daqui a 20 anos. Vai ser interessante tirar de dentro do carro alguns objetos, como um Ipod, um computador, além das mensagens”.

O carro que será produzido na Bahia, um hatch, está sendo projetado, segundo Habib, para o mercado brasileiro e vai estar ao alcance do poder aquisitivo da população baiana. Ele lembrou que o primeiro contato da JAC Motors com o Governo do Estado foi em dezembro de 2010. “Nossa obra já está com a terraplenagem sendo realizada. Daqui a dois anos, estaremos com os primeiros carros saindo da nossa fábrica aqui na Bahia”

Com informações da SECOM

Estado amplia investimentos no desenvolvimento econômico e na segurança

Os investimentos na implantação de dois terminais pesqueiros, em Salvador e Ilhéus, e na ampliação do Terminal de Contêineres na capital baiana são os assuntos enfatizados pelo governador Jaques Wagner no programa Conversa com o Governador desta terça-feira (27).

Ouça a entrevista completa

Outros temas abordados são o lançamento da Pedra Fundamental da JAC Motors, ontem, e a inauguração, nesta semana, de uma Base Comunitária de Segurança em Vitória da Conquista e de um novo Departamento de Polícia Técnica, também em Ilhéus. O governador fala ainda dos preparativos para as copas das Confederações de 2013 e do Mundo Fifa Brasil 2014.

Segundo o governador, a expansão do terminal de containeres de Salvador representa um investimento de R$ 160 milhões, “colocando a capital baiana no mesmo patamar dos melhores terminais da América Latina”.

Ele adianta que serão implantados três modernos equipamentos capazes de atender às maiores embarcações em operação, juntamente com seis novos ‘guindastes de Pórtico Montados Sobre Pneus (RTG)’, espécie de esteiras rolantes para deslocamento dos contêineres, os primeiros totalmente elétricos da América Latina.
“Com isso, a operação se torna mais competitiva, mais rápida, fazendo com que os navios percam menos tempo para embarcar e desembarcar seus produtos”. De acordo com Wagner, a Bahia possui uma capacidade de movimentação de cerca de 13,2 milhões de toneladas por ano. “Este é mais um passo para melhorar a operação portuária na Bahia, além do nosso Terminal Turístico, que também está sendo construído”.

Terminais pesqueiros vão beneficiar 50 mil pescadores

Em relação à inauguração dos dois terminais pesqueiros, um em Ilhéus e outro em Salvador, Wagner contabiliza 20 mil pescadores vivendo da pesca artesanal na cidade do sul da Bahia e outros 30 mil na capital. “Por isso, um terminal em cada uma destas cidades, com um investimento de R$ 10 milhões em cada um deles, vai ajudar o povo que vive da pesca, com embarcações de pequeno e médio porte para melhorar a forma de comercializar o pescado, fruto do seu trabalho”.

De acordo com o governador, a Bahia é o terceiro maior produtor de pescados do Brasil, perdendo apenas para Santa Catarina e para o Pará. “Produzimos 115 mil toneladas por ano e, mesmo assim, estamos importando pescado para o mercado baiano. É o meu desafio, o meu compromisso junto com a Bahia Pesca e com o Ministério da Pesca ampliar a produção na pesca e no criatório, em tanques, barragens, redes ou no oceano”.

Conquista ganha 11ª Base Comunitária de Segurança da Bahia

“A nossa luta contra o crime é incansável e nós temos na metodologia da Base Comunitária de Segurança uma das que têm dado mais certo para a redução de homicídios e crimes violentos contra a vida”, afirma o governador, referindo-se à base que será inaugurada em Vitória da Conquista, nesta quarta-feira (28), a 11º na Bahia e terceira no interior do estado. “Portanto, é mais um passo na nossa luta contra o crime e contra o tráfico de drogas. Eu tenho certeza de que nós seremos vitoriosos”.

Também na área de segurança, Wagner afirmou que, em Ilhéus, nesta quinta (29), será inaugurado um novo Departamento de Polícia Técnica (DPT), “devolvendo à cidade a condição para análise e para as investigações”.

Arena Fonte Nova e Aeroporto Internacional

O governador encerra o programa dizendo que vai participar, na próxima sexta-feira (30), do sorteio das chaves para a Copa das Confederações, que será realizada em 2013, com jogos inclusive em Salvador. “A nossa Fonte Nova vai de vento em popa, o aeroporto está edificando a nova torre de radares. Estamos preparando a licença ambiental para a segunda pista. Tudo para fazer uma bela Copa das Confederações e a Copa do Mundo em 2014”.

O programa Conversa com o Governador é produzido pela Secretaria de Comunicação Social do Estado da Bahia (Secom), veiculado toda terça-feira, às 7h30, pela Rádio Educadora FM 107,5 MHz e reproduzido por vários veículos de comunicação, além de ficar disponível na página do Conversa, telefone 0800-071-7328.

Eleições 2012: vitória da democracia é a avaliação do Governo do Estado

As eleições municipais na Bahia aconteceram dentro da normalidade. A avaliação é do governador Jaques Wagner, no programa de rádio Conversa com o Governador desta terça-feira (9). “O trabalho das polícias Militar e Civil, do Tribunal Regional Eleitoral, do Ministério Público do Estado e dos mesários foi fundamental”. Segundo o governador, todos foram responsáveis por manter o clima de paz nas eleições.

“No conjunto, realmente é mais uma festa da democracia”, afirma o governador. Ele parabeniza toda a população, os candidatos eleitos e também os que não tiveram sucesso. “Afinal de contas, é importante disputar e defender uma boa política. Estamos aguardando agora o dia 28, o segundo turno em Salvador e Vitória da Conquista, quando termina o processo eleitoral 2012”.

JAC Motors

A confirmação da notícia do início da implantação da fábrica da JAC Motors, em Camaçari, também tem destaque no programa desta terça. “É mais uma conquista do nosso governo e do povo baiano. O governador diz que a terraplanagem já vai começar e, quando estiver concluída, será lançada a pedra fundamental.

“Em 2014 [a fábrica] já deve estar produzindo carros feitos completamente aqui na Bahia. Isso significa a consolidação do nosso parque automotivo, mais geração de emprego, mais cidadania, e, para mim, é uma alegria”, afirma Wagner.

Ele faz a retrospectiva da negociação. “Foram dois anos de trabalho, negociando com a empresa na China e, finalmente, estamos aí, concretizando mais essa conquista para gerar mais emprego e mais felicidade para a nossa gente”.

Guanambi

O fim do racionamento de água em Guanambi, com a inauguração da Adutora do Algodão, é outro assunto abordado. “Este mês será de testes, e ela [a adutora] vai finalmente acabar com qualquer tipo de racionamento lá. É um investimento de R$ 136 milhões, só nesta primeira etapa. Depois a gente vai prolongar essa adutora até Caetité”.

Segundo o governador, somente na primeira etapa, são quase 230 mil pessoas beneficiadas. “E vamos continuar. Além dessa, temos três outras sendo construídas para minimizar o problema do flagelo da seca e da estiagem”.

Arena Fonte Nova

Em relação às obras da Arena Fonte Nova, que está recebendo a etapa final da cobertura, o governador disse que é uma tecnologia trazida de fora. Ele também defende a venda de acarajé no estádio durante a Copa do Mundo da Fifa 2014.

“Evidente, que nós, e eu muito mais como governador, não iríamos admitir que nosso símbolo da culinária africana, da culinária baiana, o nosso acarajé, ficasse de fora da nossa Copa do Mundo e da Copa das Confederações. Dentro dos padrões do credenciamento, vamos ter as nossas baianas podendo vender o acarajé”, afirma.

Horário de verão

A preservação do meio ambiente, por meio da economia de energia elétrica, motivou o Governo do Estado a adotar, pelo segundo ano consecutivo, desde 2002, o horário de verão, que começa no dia 21 de outubro. O assunto também é abordado no programa. “Não há aumento do ponto de vista da questão da violência. A gente volta para casa em um horário ainda com o sol aparecendo”, afirma o governador.

Segundo Wagner, a Bahia foi adepta do horário de verão de 1985 a 2002. “Depois de alguns estudos, resolvi reintroduzir [o horário de verão] no ano passado”. O governador avalia que a Bahia, sexta maior economia do país, segue corretamente a decisão do governo federal. “Tudo acontece no horário de Brasília. Portanto, colocar a Bahia também no horário de verão, como a ampla maioria dos estados, é bom para o turismo e gera mais emprego”.

Dia da Criança

O governador também deseja um feliz Dia da Criança para as famílias baianas. “Muita saúde e muita paz dentro de suas famílias, muito carinho, porque criança merece tudo. É pensando em vocês que a gente trabalha gerando mais emprego, mais educação e mais saúde”.

O programa Conversa com o Governador é produzido pela Secretaria de Comunicação Social do Estado da Bahia (Secom), veiculado toda terça-feira, às 7h30, pela Rádio Educadora FM 107,5 MHz e reproduzido por vários veículos de comunicação, além de ficar disponível na página do Conversa e pelo telefone 0800-071-7328.

Decreto sobre novo regime automotivo está garantido

O governador Jaques Wagner se reuniu nesta terça-feira (31), em Brasília, com a presidente Dilma Rousseff para tratar da questão envolvendo a Jac Motors, e saiu satisfeito do encontro. A presidente Dilma, segundo Wagner, reafirmou que o decreto que trata do novo regime automotivo, possibilitando descontos no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para empresas que desejam se instalar no país, está pronto e será publicado imediatamente tão logo seja aprovada a Medida Provisória 563/12. A matéria será apreciada pelo Senado Federal nos próximos dias.

A MP 563, já aprovada na Câmara dos Deputados no último dia 16, regulamenta a segunda etapa do Plano Brasil Maior, anunciado pela presidente no início de abril, e estabelece regimes fiscais diferenciados, desonera produtos e a folha de pagamentos de alguns setores. No caso da indústria automotiva, a MP institui o Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores, criando regras de transição para montadoras que se instalarem no país, com validade entre 2013 e 2017.

A Jac Motors, que importa veículos da China, anunciou o investimento de R$ 900 milhões em uma fábrica no município de Camaçari. Atualmente, os carros importados pela JAC pagam IPI de 36,5%, enquanto os modelos populares nacionais pagam 6,5%. A empresa poderá se enquadrar no novo regime automotivo. Neste caso, ela continuará pagando o IPI com aumento de 30 pontos percentuais, mas o valor, de acordo com o novo regime automotivo, vai gerar um “crédito tributário” para ser utilizado após o início da produção.

Inicialmente, as empresas que investirem em fábricas no país também poderão se valer de uma cota de importações de peças e insumos durante o período de transição, até atingir os três anos de atividades, quando, então, terão de se adequar às mesmas regras vigentes para as montadoras que operam no país.

Com informações da SECOM

Interior da Bahia se destaca na geração de emprego no primeiro semestre

O assunto é um dos temas do programa de rádio Conversa com o Governador desta terça-feira (31). Ouça a entrevista

Dados do Ministério do Trabalho e Emprego revelam que a Bahia apresentou no primeiro semestre deste ano o melhor desempenho na apuração de vagas formais no Nordeste, com destaque para o interior do Estado. O assunto é um dos temas do programa de rádio Conversa com o Governador desta terça-feira (31), onde Jaques Wagner também fala sobre a regulamentação dos transportes hidroviário e complementar rodoviário, realizada na última semana, e o desenvolvimento que a implantação da JAC Motors vai proporcionar ao Estado da Bahia.

Ouça a entrevista

“Pela primeira vez, a participação do interior foi maior do que a de Salvador. Apesar do ano duro, nós tivemos um acumulado de 30.300 empregos durante o primeiro semestre de 2012”, diz o governador. Para ele, a participação do interior na geração de emprego deve ser comemorada. “Temos essa preocupação de diversificar, de levar para o interior o crescimento, o desenvolvimento, o aumento da qualidade de vida”.

Segundo Wagner, o Estado faz um grande esforço para atrair mais investidores na indústria, comércio, turismo e nas obras de infraestrutura.

Transporte hidroviário
– Wagner afirma que a regulamentação dos transportes hidroviário e complementar rodoviário, foi feita por meio da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura. Sobre o hidroviário, salienta o estabelecimento de uma norma de funcionamento para melhorar também o atendimento ao povo que se utiliza da ‘lanchinha’.

“Duas empresas ganharam a licitação para Mar Grande, com dez anos de licença, prorrogável por mais dez anos, com doze lanchas para fazer a travessia durante os dias de semana e um pouco mais nos finais de semana”, explica Wagner. Segundo ele, o governo vai cobrar que as empresas melhorem o serviço prestado, da mesma forma com a travessia Salvador/Morro de São Paulo.

O governador avalia que o transporte complementar rodoviário foi um grande passo dado com a ajuda da Assembleia Legislativa, que votou a lei de regulamentação. “Agora, cada um tem espaço para trabalhar, tanto as grandes empresas, assim como aqueles que querem tocar o seu ganha-pão, com uma ou duas vans dentro do sistema alternativo”.

Para o governador, o trabalho reconhecido e legalizado dá melhores condições para os trabalhadores. “Eu ainda vou buscar linhas de financiamento, qualificação, treinamento, porque aquilo que interessa ao Estado é que eles possam ganhar com esse trabalho, mas principalmente oferecendo um serviço seguro e de boa qualidade para os usuários desse sistema”.

JAC Motors – O governador finaliza o programa falando sobre a implantação da JAC Motors. “Eu já fui à China e já vieram, aqui [estado], os empresários chineses que são donos da marca JAC Motors. Toda a parte que é responsabilidade do Estado da Bahia está desenvolvendo e acontecendo”.

De acordo com Wagner, não há nenhum obstáculo para que o governo federal publique um decreto que permita à empresa deixar de ser importadora e começar a produzir os carros no Brasil. “Eu tenho certeza de que a presidenta Dilma, focada em desenvolver a nossa região, publicará esse decreto, e a gente vai ter mais uma empresa automobilística, aqui, na Bahia, em Camaçari”.

O programa é produzido pela Secretaria de Comunicação Social do Estado da Bahia (Secom), veiculado toda terça-feira, às 7h30, pela Rádio Educadora FM 107,5 MHz e reproduzido por vários veículos de comunicação, além de ficar disponível na página do Conversa e pelo telefone 0800-071-7328

Instalação de fábrica da JAC Motors na Bahia é anunciada oficialmente

A montadora chinesa JAC Motors anunciou oficialmente nesta quarta-feira (16) a instalação de uma fábrica na Bahia. O anúncio foi feito em uma festa de lançamento realizada no Espaço Unique, em Salvador, com a presença do governador Jaques Wagner e do presidente da empresa no Brasil, Sergio Habib.

Assista ao vídeo da matéria

A unidade, que funcionará em Camaçari, produzirá 100 mil carros por ano. Com investimento de R$ 900 milhões, é a primeira do país com 80% de capital nacional, representado pelo Grupo SHC, e apenas 20% de capital estrangeiro, representado pela JAC Motors da China.

De acordo com o governador Jaques Wagner, a expectativa é que com mais esse fabricante, o estado, que já possui a Ford, atraia novas indústrias. “Estamos recebendo um representante da indústria automotiva campeã de crescimento no mundo. Esperamos que, assim, tenhamos mais musculatura para atrair outros fabricantes, consolidando nosso polo automotivo, a exemplo do que existe em Minas Gerais e São Paulo”.

A previsão é de que aproximadamente 3,5 mil pessoas sejam contratadas diretamente pela empresa e outras 10 mil indiretamente. O início da operação está marcado para 2014, com o lançamento de um carro diferente dos vendidos hoje pela montadora chinesa e que leve em consideração a realidade do trânsito brasileiro. Para isso, a fábrica baiana contará com um Centro de Tecnologia e Estilo, pista de testes e toda a infraestutura para desenvolver os carros que serão produzidos e vendidos no Brasil.

Aumento nas vendas de automóveis motivou escolha

Operando desde março no Brasil com a venda de carros importados da China, a JAC Motors escolheu a Bahia devido às condições oferecidas pelo governo baiano e o crescimento do mercado de automóveis na região Nordeste em relação ao resto do país. Além disso, a venda de veículos na Bahia aumentou 65% nos últimos quatro anos, contra crescimento de 15% em São Paulo.

“A Bahia é um dos maiores mercados do Brasil. O Nordeste está crescendo a taxas chinesas. Para se ter uma ideia, o mercado de automóveis de Salvador já é 50% maior que o de Porto Alegre, é maior que o de Goiânia, quase do tamanho de Curitiba, e chega perto de Belo Horizonte. Ou seja, Salvador é hoje a terceira maior cidade do Brasil e o quarto maior mercado de veículos. Nós viemos para ajudar a Bahia crescer”, afirmou Sérgio Habib.

Investidor nacional desenvolve projetos sociais no estado

O grupo SHC, que será responsável por 80% do investimento na instalação da JAC Motors no Brasil, mantém desde 2003 diversas ações sociais no estado. Por meio do Instituto SHC, sediado em Trancoso, vila do município de Porto Seguro, no extremo sul baiano, a empresa realiza ações nas áreas de educação, esporte, saúde e capacitação para o trabalho. Atualmente, cerca de 2.500 crianças têm direito a escola em período integral com aulas de música e esporte financiadas pelo instituto.

Com informações da SECOM