Conclusão de mais 244 km completa recuperação da Estrada do Feijão

Cerca de um milhão de baianos já contam com asfalto novo e sinalização também nos 244 quilômetros da BA-052, conhecida como Estrada do Feijão, que ligam Xique-Xique ao entroncamento do povoado de Porto Feliz, em Piritiba, passando por Irecê e Morro do Chapéu. Pelo trecho da rodovia, reinaugurado neste sábado (28) pelo governador Jaques Wagner, passam diariamente quase dois mil veículos.

O dia de trabalho do governador na região de Irecê começou em Morro do Chapéu, às 9h, onde foi descerrada a placa de inauguração da estrada e onde estão sendo realizadas, até o dia 10 de maio, ações de rastreamento do câncer de mama, por meio do programa Saúde em Movimento.

Wagner também foi a Xique-Xique e Itaguaçu da Bahia, para sobrevoar as obras da adutora do São Francisco, que vai beneficiar mais de 350 mil pessoas com água tratada. Em Irecê, o governador inaugurou a sede da Companhia de Policiamento Especializado do Semiárido (Cipe/Semiárido), composta por 105 policiais que atuam em 75 municípios da região, e visitou a 14ª Exposição Agropecuária (14ª Expoagri).

Rodovia

Em Morro do Chapéu, o governador disse que o novo trecho da BA-052 melhorou a vida de muita gente e se soma a outras intervenções rodoviárias. “Estive na Chapada Diamantina há 15 dias, inaugurando o trecho de estrada entre Bonito e Utinga”.

A recuperação da Estrada do Feijão é considerada uma das obras rodoviárias mais importantes dos últimos anos. Além de garantir mais comodidade e segurança aos motoristas que viajam pela região, o investimento de R$ 88 milhões facilita o escoamento da produção local, baseada em grãos, minério, pecuária e oleaginosas.

O caminhoneiro Antônio Vieira está na profissão há 23 anos. “O trabalho da gente é transportar as cargas pelo Brasil. A estrada estando boa, o caminhão não quebra, adianta a viagem, a gente ganha tempo e não tem prejuízo”. Segundo ele, o produtor também consegue um frete menor. “Assim ajuda a gente e o produtor, melhora para todo mundo”.

Manutenção garantida até 2014

O vice-governador e secretário da Infraestrutura, Otto Alencar, destacou que a empresa que realizou as obras é responsável pela manutenção da BA-052 até 2014. “É o resgate de uma das principais rodovias sob a responsabilidade do Estado. Vamos entregar ainda a estrada de Xique-Xique a Barra do São Francisco, com a ponte do Angico recuperada”.

A obra faz parte do Programa de Restauração e Manutenção de Rodovias (Premar), que prevê 1.200 quilômetros de estradas recuperadas em todo o estado, perfazendo um investimento de US$ 186 milhões – sendo US$ 100 milhões financiados pelo Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento (Bird) e US$ 86 milhões dos cofres do Estado.

Para Alencar, o trabalho neste setor de rodovias é fundamental. “Somente no ano passado foram recuperados 1.500 quilômetros. Nos primeiros quatro anos de governo, 4 mil quilômetros de rodovias foram restaurados. Nós temos obras na Bahia inteira, do extremo sul, em Mucuri, até Abaré, e vamos continuar este serviço”.

Obras estruturantes de abastecimento de água

Sobre a construção da Adutora do São Francisco, o governador disse que é uma obra grandiosa, de R$ 150 milhões. “São 140 quilômetros de adutora para resolver o problema de abastecimento de água na microrregião de Irecê, já que o nível da barragem de Mirorós está muito baixo, por causa da seca que vem castigando o povo baiano”.

Wagner afirmou que, além da adutora do São Francisco, estão sendo construídas as adutoras do Algodão, em Guanambi, de Pedras Altas, em Capim Grosso, e de Ponto Novo, na região de Senhor do Bonfim e Andorinhas.

O governador informou que está sendo construída também a barragem de Itaju Colônia. “Ainda vamos anunciar outras barragens. Na quinta-feira estou indo a Brasília para discutir com a equipe da presidenta Dilma mais programas para superar esta seca e continuar trabalhando para levar uma vida melhor para toda a população da Bahia”.

Saúde em Movimento

A aposentada Luzia de Jesus, 62 anos, fez a mamografia em 2009, mas, na época, precisou pagar. Moradora de Morro do Chapéu, agora ela teve a oportunidade de economizar. “Se não fosse o programa Saúde em Movimento, eu não poderia fazer o exame, não tenho o dinheiro”. Valnice dos Anjos, 55, dona de casa, também está fazendo a mamografia pela segunda vez. “É importante para prevenir a doença, que pode até matar”.

Para o governador, a prevenção ao câncer de mama é muito importante. “Hoje estou alegre também por ver aqui mais uma etapa do Saúde em Movimento, que vai atender mais de duas mil senhoras. O câncer de mama, quando é descoberto cedo, é mais fácil de curar”.

Resultado

O chefe de gabinete da Secretaria Estadual da Saúde, Washington Couto, avalia que o programa Saúde em Movimento, de rastreamento do câncer de mama, já apresenta resultados. “A saúde é executada por regiões. Estamos agora na segunda região, acumulando mais de 25 mil mamografias realizadas desde o início do programa”.

Couto explicou que a iniciativa proporciona todo o tratamento, desde a triagem até o tratamento da doença, incluindo biópsia, cirurgia, quimioterapia e radioterapia, gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde. “O que nós queremos é atender todas as mulheres baianas na faixa etária dos 50 aos 69 anos, percorrendo todo o estado”.

Com informações da SECOM