educação Archive

Parfor abre pré-inscrições em cursos de licenciatura

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) abre as pré-inscrições em cursos de licenciatura ofertados no âmbito do Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (Parfor). O período de pré-inscrição iniciou nesta segunda-feira (20) e vai até 13 de março de 2015.

A pré-inscrição deve ser feita, exclusivamente por meio eletrônico, na Plataforma Freire, no endereço http://freire.capes.gov.br. Para participar, o docente deve estar cadastrado na base do Educacenso de 2013 ou 2014.

Os cursos de licenciatura ofertados pelo Parfor são inteiramente gratuitos e destinam-se aos docentes em exercício na rede pública de educação básica. No Parfor são ofertados os seguintes cursos:

Licenciatura
Para docentes ou tradutor intérprete de Libras em exercício na rede pública de educação básica que não tenham formação superior ou que mesmo tendo essa formação se disponham a realizar curso de licenciatura na etapa/disciplina em que atua em sala de aula;

Segunda licenciatura
Para docentes que estejam em exercício há pelo menos três anos na rede pública de educação básica e que atuem em área distinta da sua formação inicial, ou para profissionais que atuam como tradutor intérprete de Libras;

Formação pedagógica
Para docentes graduados não licenciados que se encontram no exercício da docência ou que atuem como tradutor intérprete de Libras na rede pública da educação básica.

Está sendo disponibilizado um total de 47.365 vagas, sendo 26.630 em Cursos de Licenciatura, 17.015 em Cursos de Segunda Licenciatura e 1.720 em Cursos de Formação Pedagógica.

Para participar do processo seletivo dos cursos do Parfor, a pré-inscrição realizada pelos docentes deverá ser avaliada pela secretaria de educação estadual ou municipal à qual o pré-inscrito estiver vinculado. Nessa avaliação, a secretaria de educação informa, na Plataforma Freire, se valida ou não a participação do docente. O período de validação pelas secretarias de educação é de 16/03/2015 a 24/04/2015.

É importante ressaltar que a pré-inscrição e a validação não garantem a matrícula do professor. A realização da matrícula depende de aprovação em processo seletivo definido pela IES e do atendimento aos requisitos do programa e das regras para a formação das turmas.

Para saber mais sobre o Parfor, recomendamos ler atentamente o manual disponível no site da Capes. Em caso de dúvidas, ligar para 0800 616161, opção 7, ou envie mensagem pelo Fale Conosco.

Com informações do Portal Brasil

Pais de estudantes podem acompanhar os resultados finais por meio do Boletim On Line

Com o final do ano letivo, que será concluído no dia 26 de janeiro, os estudantes da rede pública estadual estão em fase de preparação para as provas da quarta unidade. Para acompanhar as notas e a frequência escolar dos alunos, os pais ou responsáveis podem acessar o Boletim On Line, clicando aqui. A iniciativa, adotada pela Secretaria da Educação do Estado em 2013, visa tornar a participação dos pais mais ativa junto ao cotidiano escolar dos estudantes.

>> Clique aqui para acessar o Boletim On Line

O Boletim On Line permite o acompanhamento da vida escolar de mais de 900 mil estudantes da rede estadual, ao término de cada unidade. Desta forma, os estudantes também ganham uma ferramenta para gerir, com maior autonomia, o próprio percurso educativo.

“Ficou mais fácil o acompanhamento das notas. Agora, tenho a chance de conferir o resultado, juntamente com os meus pais, em casa. Eles acompanham bastante o meu avanço nas disciplinas”, declarou Edvandro Sacramento do Nascimento, 16 anos, estudante da 8ª série do Colégio Estadual Mestre Paulo dos Anjos, no Bairro da Paz, em Salvador.

O Boletim On Line disponibiliza as notas das diversas disciplinas, organizadas por unidade, assim como a frequência nas aulas. Os resultados parciais e final são apresentados exatamente como no boletim impresso. Para visualizá-lo, é preciso informar, no campo determinado, o número da matrícula e a data de nascimento do estudante. O recurso pode ser acessado de qualquer computador conectado à internet.

Com informações da Educação

Uneb oferece 4.200 vagas gratuitas em cursos a distância

Já estão abertas as inscrições para 4.200 vagas em cursos gratuitos de capacitação a distância oferecidos pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Ao todo, são sete cursos de 120 horas nas áreas de tecnologia da informação, comunicação e mídia. Cada interessado pode se candidatar apenas a uma vaga, pelo site da Uneb, até o dia 30 de janeiro. Estão disponíveis 600 vagas para cada curso. A lista com os selecionados deve ser publicada em fevereiro, e a capacitação será realizada entre março e maio.

Os cursos ofertados são Gestão da Comunicação, Políticas Públicas e Responsabilidade Social; Comunicação e Linguagens Midiáticas; Comunicação Social e Cidadania Digital; Programador de Sistemas; Operador de Computador; Técnico em Design de Web e Gestão em Tecnologia da Informação. Confira o edital de seleção.

Os requisitos para se inscrever são – ser brasileiro, ter pelo menos 16 anos e estar cursando ou ter terminado o ensino médio. Ao se cadastrar, o candidato só pode escolher um dos cursos. A seleção das vagas vai seguir a ordem de inscrição no site.

Parceria
A oferta dos cursos é resultado de um convênio entre o Ministério das Comunicações e a Uneb. Desde 2012, a universidade promove a capacitação dos monitores do programa Telecentros.BR. Por meio de um aditivo, a qualificação a distância agora está aberta a qualquer interessado. Cada curso possui carga horária total de 120 horas, distribuída em dois módulos: o primeiro está previsto para ocorrer de 2 de março a 15 de abril, e o segundo, de 20 de abril a 29 de maio.

Com informações da Uneb

Educação Profissional: inscrições para o sorteio eletrônico são prorrogadas até o dia 20

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia prorrogou, até  esta quinta-feira (20), as inscrições para o sorteio eletrônico dos cursos técnicos de nível médio, na forma de articulação subsequente, na Rede Estadual de Educação Profissional. Para o ano letivo de 2015, estão sendo ofertadas 13.395 vagas para os Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional, e respectivos anexos, na capital e interior. Mais de 45 mil candidatos já estão inscritos para o sorteio.

Clique aqui para fazer a sua inscrição

A oferta contempla 68 Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional, e 15 anexos, localizados em 69 municípios dos 27 Territórios de Identidade. Esta é mais uma ação da política pública de Educação Profissional da Bahia que visa a formação e qualificação profissional de jovens e trabalhadores para que atendam e se beneficiem do desenvolvimento socioeconômico e ambiental do Estado.

As vagas são destinadas a estudantes, jovens e trabalhadores, que concluíram o ensino médio, de forma gratuita, em estabelecimentos de ensino da rede pública de educação, no âmbito federal, estadual ou municipal. Também podem se inscrever aqueles que tenham, comprovadamente, cursado o ensino médio em instituição filantrópica, ou em instituição privada na condição de bolsista integral, e querem voltar para a escola para fazer um curso técnico.

Há vagas para 11 eixos tecnológicos e a oferta contempla 48 cursos técnicos de nível médio, dentre eles: Análises Clínicas, Administração, Agroindústria, Agricultura, Biotecnologia, Contabilidade, Documentação Musical, Desenho da Construção Civil, Enfermagem, Edificações, Eletromecânica, Eletroeletrônica, Informática, Nutrição e Dietética, Química, Logística, Segurança do Trabalho, Gerência em Saúde, Guia de Turismo, Meio Ambiente, Petroquímica, Serviços de Restaurante e Bar e Zootecnia.

Como fazer a inscrição
Ao acessar a página de inscrição no Portal da Educação, o candidato deve informar o número do CPF e fazer apenas uma opção de curso, indicando qual o Centro Territorial e/ou Centro Estadual de Educação Profissional que quer estudar. Também deve apontar o turno de sua preferência.

Sorteio Eletrônico
As vagas serão distribuídas por sorteio eletrônico, no dia 25 de novembro, às 15h, no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT), localizado na Rua das Muriçocas, s/n, Paralela, em Salvador. O sorteio é aberto para acompanhamento de estudantes, pais, mães e professores e será transmitido por videoconferência e acompanhado por órgãos controladores do Estado, como o Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas, Auditoria Geral do Estado, Conselho Estadual de Educação.

Matrícula
A matrícula para os contemplados no sorteio eletrônico ocorrerá de 09 a 11 de março de 2015. Os contemplados deverão se dirigir aos Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional para os quais se inscreveram, no turno para o qual pleiteou a vaga. No ato da matrícula, devem ser apresentadas cópias e originais dos seguintes documentos: CPF, carteira de identidade, comprovante de residência e histórico escolar.

Só serão aceitos Atestados de Conclusão de cursos para os alunos concluintes do ensino médio no ano letivo de 2014. O início das aulas está programado para 16 de março de 2015, conforme calendário letivo da Secretaria da Educação do Estado da Bahia.

Todos os candidatos inscritos serão sorteados e classificados. Mas só serão convocados para matrícula, os classificados de acordo com o número de vagas ofertadas para cada centro. Os candidatos contemplados no sorteio eletrônico para os cursos no eixo tecnológico Produção Cultural e Design, ofertados pelo Centro Estadual de Educação Profissional em Artes e Design, em Salvador, passarão por um teste de habilidade específica. O teste, de caráter eliminatório, será aplicado no próprio Centro durante o período de matrícula. Os estudantes já deverão se dirigir ao Centro com os documentos necessários, pois se aprovados no teste de habilidade específica efetivarão a matricula imediatamente após o teste.

Com informações da Secretaria da Educação

Cartilha detalha direitos de pessoas com síndrome de Down à educação

O Movimento Down, uma iniciativa do Observatório de Favelas do Rio de Janeiro que trabalha informações sobre a síndrome genética de maior ocorrência no mundo, lançou nesta segunda-feira (17) a cartilha Escola para Todos, Educação Inclusiva: O Que os Pais Precisam Saber?A cartilha detalha os direitos dessa parcela da população ao acesso à educação.

Clique para fazer o download da cartilha

O documento apresenta os mecanismos legais de denúncia de casos de desrespeito às leis que tratam da inclusão de pessoas com deficiência nas escolas, bem como esclarece conceitos como escolas inclusivas e indica a postura a ser seguida pelos educadores e pelos pais, pela escola e pelo Estado no que diz respeito ao acesso de crianças e adolescentes com síndrome de Down ao ensino. down

A cartilha informa que aumentou o número de matrículas de pessoas com deficiência na rede regular de ensino. Segundo o Censo Escolar, entre 1998 e 2010, o número de alunos com necessidades específicas matriculados em escolas comuns aumentou em tonro de 1.000%. Em 1998, dos 337,3 mil alunos incluídos na educação especial, apenas 43,9 mil (ou 13%) estavam matriculados em escolas regulares ou classes comuns. Em 2010, dos 702,6 mil estudantes na mesma condição, 484,3 mil (ou 69%) frequentavam a escola regular.

A prática de incentivar nas escolas o convívio entre alunos com algum tipo de deficiência (física ou cognitiva) com aqueles que não têm limitações proporciona uma troca de experiências que resulta na geração de cidadãos mais conscientes e respeitosos quanto às diferenças, afirma a professora e psicopedagoga Celma Maria, da equipe especializada de aopio à aprendizagem da Secretaria de Educação do Distrito Federal. “Os alunos ali se veem como amigos e, portanto, aprendem a respeitar desde cedo as limitações dos outros”, diz a professora.

Esse tipo de escola, com estrutura e ações de educação voltadas especificamente para crianças com deficiência, envolve o conceito de inclusão, porque possibilita ao aluno formação mais completa, levando em consideração suas dificuldades e oferecendo acompanhamento psicológico e social, além do trabalho com professores capacitados para lidar com o tempo específico de aprendizado de cada aluno.

De acordo com Celma, a existência da educação inclusiva está prevista em lei, que exige das instituições de ensino públicas e privadas a oferta de estruturas, material e profissionais que melhor atendam às necessidades dos estudantes com qualquer tipo de deficiência, física ou cognitiva. O objetivo desse tipo de atendimento é proporcionar ao aluno as condições necessárias para estimular todo seu potencial de aprendizado. No entanto, ainda não são todas as escolas que proporcionam esse acesso, acrescenta a professora.

“Em uma das escolas em que eu trabalho, o Centro de Ensino Fundamental 1 do Lago Norte, em Brasília, faltam diversos tipos de atendimento. Lá não temos, por exemplo, uma sala de recursos, que é aquele local onde o aluno recebe, em horários complementares às suas aulas, atendimento profissional especializado de acordo com suas necessidades específicas. Nessa escola, nós até temos o profissional, mas não o espaço físico adequado. Lá os alunos são atendidos em um pequeno espaço da biblioteca e sem um material adequado”, explicou Celma.

Com informações da Agência Brasil

Inep divulgará resultados do Enem em janeiro

De acordo com o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Chico Soares, os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deverão ser divulgados em janeiro de 2015.

Segundo o Inep, os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no site do Enem até esta quarta-feira (12). Já os resultados individuais serão disponibilizados em janeiro, mediante inserção do número de inscrição ou CPF e senha do candidato.

Conteúdos digitais auxiliam estudantes da rede estadual na preparação para Enem

Para auxiliar os estudantes da rede estadual na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontece nos dias oito e nove de novembro, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia disponibiliza a página De Olho no Enem, que traz uma série de conteúdos digitais educacionais abrigados no Ambiente Educacional Web. São 3.086 mídias, entre vídeos, imagens, áudios, textos, planilhas e sequências didáticas para utilização gratuita de alunos e professores.

No Ambiente Educacional Web (AEW), todo o material didático é elaborado de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais e possui licença livre. “Nós elaboramos o conteúdo com base na matriz curricular, e, a cada tema proposto, realizamos pesquisas em outros repositórios ou construímos o material por conta própria, de modo que atenda às necessidades da temática trabalhada”, explica o professor de química Ródnei Souza, um dos responsáveis pela elaboração dos conteúdos disponibilizados no Portal. “Além dos conteúdos, os estudantes que estão se preparando para o Enem encontram, ainda, provas anteriores do exame”, acrescenta o docente.

Trata-se de um ambiente pedagógico multidisciplinar criado para que estudantes e professores possam acessar, compartilhar e construir conhecimentos por meio das novas tecnologias da informação e da comunicação. O espaço reúne, ainda, ambientes de apoio com jogos, plataformas e softwares educacionais, o blog do Professor Web, com dicas e conteúdos, além dos programas educacionais desenvolvidos pela TV Anísio Teixeira e acesso à rede social Espaço Aberto, um ambiente de comunicação, interação e colaboração entre professores da rede estadual de ensino da Bahia. A rede Espaço Aberto já conta com mais de mil professores cadastrados.

O conteúdo disponível pode ser acessado facilmente por qualquer usuário. Já no momento da busca, o internauta escolhe as especificidades do conteúdo que pretende encontrar. No caso dos estudantes que estão se preparando para o Enem, por exemplo, basta inserir a palavra “Enem” no campo de busca para acessar diversos materiais. “Essa busca pode ser ainda mais específica, pois o usuário decide se deseja buscar um vídeo, animação ou documento”, revela Ródnei.

Regionalização
De acordo com o professor de matemática Samuel Oliveira, um dos diferenciais do material produzido e catalogado pela equipe da Rede Anísio Teixeira é a regionalização do conteúdo.

“Todos os objetos são filtrados para atender as especificidades dos professores da nossa região. Além disso, eles são acompanhados de um guia pedagógico que auxilia na utilização do conteúdo. Essas características diferenciam o nosso repositório dos outros e fazem o nosso ambiente ser reconhecido nacionalmente”, conta o professor, explicando que a maior parte dos conteúdos podem ser baixados para utilização também off-line.

Com informações da Secretaria da Educação

Secretaria da Educação abre inscrições para o sorteio eletrônico de 13.395 vagas

As inscrições prosseguem  até o dia 18 de novembro| Foto: Claudionor Junior Ascom/Educação

As inscrições prosseguem até o dia 18 de novembro| Foto: Claudionor Junior Ascom/Educação

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia inicia nesta terça-feira (04), e prossegue até o dia 18 de novembro, as inscrições para o sorteio eletrônico dos cursos técnicos de nível médio, na forma de articulação subsequente, na Rede Estadual de Educação Profissional.  Para o ano letivo de 2015, estão sendo ofertadas 13.395 vagas para os Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional, e respectivos anexos, na capital e interior.

Clique aqui para fazer a sua inscrição

A oferta contempla 68 Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional, e 15 anexos, localizados em 69 municípios dos 27 Territórios de Identidade. Esta é mais uma ação da política pública de Educação Profissional da Bahia que visa a formação e qualificação profissional de jovens e trabalhadores para que atendam e se beneficiem do desenvolvimento socioeconômico e ambiental do Estado.

As vagas são destinadas a estudantes, jovens e trabalhadores, que concluíram o ensino médio, de forma gratuita, em estabelecimentos de ensino da rede pública de educação, no âmbito federal, estadual ou municipal. Também podem se inscrever aqueles que tenham, comprovadamente, cursado o ensino médio em instituição filantrópica, ou em instituição privada na condição de bolsista integral, e querem voltar para a escola para fazer um curso técnico.

Há vagas para 11 eixos tecnológicos e a oferta contempla 48 cursos técnicos de nível médio, dentre eles: Análises Clínicas, Administração, Agroindústria, Agricultura, Biotecnologia, Contabilidade, Documentação Musical, Desenho da Construção Civil, Enfermagem, Edificações, Eletromecânica, Eletroeletrônica, Informática, Nutrição e Dietética, Química, Logística, Segurança do Trabalho, Gerência em Saúde, Guia de Turismo, Meio Ambiente, Petroquímica, Serviços de Restaurante e Bar e Zootecnia.

Como fazer a inscrição
Ao acessar a página de inscrição no Portal da Educação, o candidato deve informar o número do CPF e fazer apenas uma opção de curso, indicando qual o Centro Territorial e/ou Centro Estadual de Educação Profissional que quer estudar. Também deve apontar o turno de sua preferência.

Sorteio Eletrônico
As vagas serão distribuídas por sorteio eletrônico, no dia 25 de novembro, às 15h, no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT), localizado na Rua das Muriçocas, s/n, Paralela, em Salvador. O sorteio é aberto para acompanhamento de estudantes, pais, mães e professores e será transmitido por videoconferência e acompanhado por órgãos controladores do Estado, como o Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas, Auditoria Geral do Estado, Conselho Estadual de Educação.

Matrícula
A matrícula para os contemplados no sorteio eletrônico ocorrerá de 09 a 11 de março de 2015. Os contemplados deverão se dirigir aos Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional para os quais se inscreveram, no turno para o qual pleiteou a vaga. No ato da matrícula, devem ser apresentadas cópias e originais dos seguintes documentos: CPF, carteira de identidade, comprovante de residência e histórico escolar.

Só serão aceitos Atestados de Conclusão de cursos para os alunos concluintes do ensino médio no ano letivo de 2014. O início das aulas está programado para 16 de março de 2015, conforme calendário letivo da Secretaria da Educação do Estado da Bahia.

Todos os candidatos inscritos serão sorteados e classificados. Mas só serão convocados para matrícula, os classificados de acordo com o número de vagas ofertadas para cada centro. Os candidatos contemplados no sorteio eletrônico para os cursos no eixo tecnológico Produção Cultural e Design, ofertados pelo Centro Estadual de Educação Profissional em Artes e Design, em Salvador, passarão por um teste de habilidade específica. O teste, de caráter eliminatório, será aplicado no próprio Centro durante o período de matrícula. Os estudantes já deverão se dirigir ao Centro com os documentos necessários, pois se aprovados no teste de habilidade específica efetivarão a matricula imediatamente após o teste.

Com informações da Secretaria da Educação

Associações orientam pais sobre reajuste da mensalidade escolar

Para que nem escola nem pais saiam prejudicados, a recomendação é transparência e diálogo. Confira as dicas dos especialistas sobre o tema.

Lei prevê novas regras para lista de material escolar | Foto: Carol Garcia / AGECOM

Pais tem o direito de ter acesso à relação de gastos da escola | Foto: Carol Garcia / AGECOM

As escolas particulares começaram a comunicar aos pais os percentuais de reajuste das mensalidades para o próximo ano. Os valores levam em conta novas propostas educacionais, aumento de salários de professores e outras despesas e investimentos. É normal que tal reajuste supere a inflação, mas ele não pode ser abusivo. Para que nem escola nem pais saiam prejudicados, a recomendação é transparência e diálogo.

De acordo com a Proteste Associação de Consumidores, a primeira coisa é ter acesso à relação de gastos da escola. “Lá constará para onde está indo o dinheiro e como se pretende gastá-lo no próximo ano”, diz a coordenadora institucional da Proteste, Maria Inês Dolci. A escola é obrigada a fornecer essas informações. Os pais podem fazer a solicitação na secretaria das escolas, se possível, por escrito, para o caso de necessitarem desse registro. Uma dica é que pais com dois ou mais filhos matriculados na mesma instituição peçam descontos.

As escolas devem seguir a Lei 9.870/1999, segundo a qual o reajuste será baseado na variação de custos com pessoal e o custeio. Todos os gastos deverão ser disponibilizados, até mesmo aqueles com a introdução de aprimoramentos no processo didático-pedagógico.

Os reajustes não seguem a inflação que, no entanto, pode servir como balizador. “É importante que os pais estejam atentos aos aumentos muito acima da inflação. Variações de 17%, 20%, acendem um sinal de alerta. A partir daí, devem verificar na planilha: houve contratação de professores? Houve mudança significativa no projeto pedagógico? Aquisição de equipamentos, construção de laboratórios, mudanças visíveis?”, orienta o advogado Luís Claudio Megiorin, que preside a Associação de Pais e Alunos do Distrito Federal (Aspa-DF) e é coordenador da Confederação Nacional de Pais e Alunos (Confenapa).

Alertas
Neste ano, devem ser incorporados ao reajuste gastos com o material coletivo, uma vez que a Lei 12.886/2013 proíbe as escolas de cobrar taxas extras ou mesmo que os pais comprem material como resmas de papel, tubos grandes de cola branca e outros itens que não sejam para uso individual do estudante. Esse gasto também deverá ser divulgado pelas escolas.

Megiorin  alerta para a cobrança de uma mensalidade extra, a 13ª, feita por algumas escolas, mas proibida na lei. A anuidade pode ser dividida em até 12 parcelas. Outra situação que os pais enfrentam é a cobrança de uma taxa para reserva da matrícula. De acordo com a Proteste, essa taxa pode ser cobrada, mas deve ser posteriormente descontada da anuidade.

“O principal caminho é o diálogo das escolas com os pais. Quando, por exemplo, se quer aumentar alguma aula, a escola deve comunicar os pais, fazer uma reunião. Ninguém questiona que o bem maior é a educação”, enfatiza a presidenta da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), Amábile Pácios.

Amábile explica que o reajuste é feito uma vez por ano e que a escola deve buscar uma projeção de gastos para o ano seguinte, baseada no número de alunos já matriculados. Pode repassar aos pais o aumento que teve de custo de tarifas, como luz, e com as melhorias que vão ocorrer no próximo ano.

“Instruímos os gestores a fazer o reajuste com muita cautela. Tem que ter saúde financeira para continuar funcionando, mas a escola  precisa prestar atenção no contexto em que está inserida e na capacidade da comunidade em absorver o impacto”, explica. “As famílias estão com dificuldade. A escola não tem como aumentar muito, com o risco de tornar inviável a manutenção dos alunos.”

As escolas devem divulgar o valor do reajuste no prazo mínimo de 45 dias antes da data final para matrícula, conforme calendário e cronograma de cada instituição de ensino. Os pais que se sentirem lesados ou que não conseguirem acesso à relação de gastos devem, de acordo com a Proteste e a Aspa-DF, procurar o diálogo com a escola. Não sendo solucionado o problema, devem unir-se aos demais pais, para verificar se a situação se repete. O caso pode ser levado à associações de pais, aos órgãos de defesa do consumidor e à Justiça.

Com informações da Agência Brasil

Recadastramento de aposentados da Educação termina no final de junho

Aposentados podem se dirigir ao SAC Servidor (Multishop Boca do Rio), em Salvador | Foto: Manu Dias/GOVBA

Aposentados podem se dirigir ao SAC Servidor (Multishop Boca do Rio), em Salvador | Foto: Manu Dias/GOVBA

Termina no dia 30 de junho a terceira etapa do recadastramento anual da Previdência Estadual. Até esta quinta-feira (5), 41.452 servidores aposentados ligados à Secretaria da Educação (SEC) já haviam regularizado seus dados cadastrais junto ao Estado. Ao todo, 52.704 inativos foram convocados nesta etapa, que teve início em abril. Os faltosos devem comparecer à sede da Previdência Estadual, no SAC Servidor (Multishop Boca do Rio), em Salvador, ou ainda em uma das 44 unidades de Centro de Atendimento Previdenciário (Ceprev).

Aposentados residentes em Salvador e Região Metropolitana foram divididos em três grupos, de acordo com escalonamento por ordem alfabética. Durante o mês de junho devem se recadastrar os inativos com nomes iniciados pelas letras de “N” a “Z”. Os residentes no interior baiano, e também àqueles que morem fora do estado ou em municípios ainda sem cobertura previdenciária, o recadastramento pode ser feito a qualquer tempo de abril a junho.

As unidades do Ceprev estão lotadas nos postos SAC e Pontos Cidadão, no Brotascenter (Brotas) e no SAC Servidor (Boca do Rio). O serviço também pode ser agendado para atendimento na Previdência Estadual (3116-5437/3116-5440/3116-5434) e nos Postos SAC do Shopping Paralela, Salvador Shopping, SAC Feira Centro II e Passeio Norte, em Lauro de Freitas (0800 071 5353/4020-5353).

Para efetivar o recadastramento, os inativos devem estar munidos dos seguintes documentos originais: carteira de identidade, CPF e comprovante de endereço, como contas de água, luz ou telefone, todos originais. Os residentes em local fora da área de cobertura previdenciária poderão efetuar o recadastramento mediante envio dos documentos autenticados para a SUPREV – Av. Dom João VI, n° 1.050, 2° piso, Brotascenter, Bairro Brotas, Salvador – Bahia, CEP: 40.290-900, informando na parte externa do envelope a palavra “RECADASTRAMENTO”. A lista de documentos exigidos e o endereço de todas as unidades do Ceprev estão disponíveis no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br).

Em caso de impossibilidade de locomoção, doença grave ou ausência do domicílio, o recadastramento pode ser feito mediante procuração por instrumento público (originais e cópias), emitida até seis meses antes da data atual, ou através de formulário disponibilizado pela Previdência Estadual, além de atestado médico (atual e original), comprovando a dificuldade no deslocamento ou a doença grave.

No caso de ausência do domicílio, é necessário apresentar um atestado de vida, declaração que pode ser concedida por uma autoridade pública, como médico ou delegado, confirmando que aquele servidor está vivo e reside no município informado.

Já os casos de falecimento deverão ser imediatamente comunicados pelos familiares do ex-servidor, mediante a apresentação da respectiva certidão de óbito em quaisquer das unidades Ceprev, envio pelos Correios à Suprev (endereço acima) ou por fax para (71) 3116-5464/5418.

Com informações da Saeb