boca do rio Archive

Ligação da Av Luís Eduardo Magalhães com Stiep deve ser concluída em junho

Planta da obra na Estrada do Curralinho | Foto: Manu Dias/GOVBA

Planta da obra na Estrada do Curralinho | Foto: Manu Dias/GOVBA

A obra de ligação da Avenida Luís Eduardo Magalhães com os bairros do Stiep e da Boca do Rio, que tem previsão de conclusão para o mês de junho, foi visitada nesta terça-feira (4) pelo governador Jaques Wagner. O novo acesso vai reduzir a distância e o tempo para os motoristas que seguem para o Stiep, Jardim Armação e Boca do Rio. São duas pistas duplas, que facilitarão a circulação de veículos nessas localidades.

A via está sendo construída a partir da alça de ligação do viaduto da Luís Eduardo Magalhães à Paralela, sentido aeroporto, saindo nas proximidades da Estrada do Curralinho. “O acesso começa na alça desse viaduto e segue até o Centro de Convenções. Para quem sai do sentido contrário, há outras opções. Quem sai do Centro de Convenções e Armação pode seguir direto para a Paralela ou pela Luís Eduardo Magalhães, ou seguir sentido centro da cidade”, explica o titular da Diretoria de Obras Estruturantes da Conder, Sérgio Silva.

O acesso faz parte do Complexo Viário Imbuí-Narandiba, que visa melhorar a mobilidade urbana de Salvador. O projeto prevê a construção de três viadutos para resolver os congestionamentos na região do Imbuí, Narandiba, Tancredo Neves, Boca do Rio, Costa Azul e Stiep.

“Com essa obra, vamos tirar a sobrecarga de tráfego da Paralela e do Imbuí. Quando ficar pronto, o Complexo Viário Imbuí-Narandiba vai aliviar bastante a vida de quem circula por aqui”, afirma o governador.

Também serão implantadas vias marginais entre o Centro Administrativo da Bahia (CAB), a Avenida Luís Eduardo Magalhães e o Imbuí, reduzindo os retornos.

Com informações da Secom

SAC Empresarial suspende os serviços nesta quinta-feira

Em decorrência da manutenção nos aparelhos de ar-condicionado, o SAC Empresarial localizado no Multishop, na Boca do Rio, não funcionará nesta quinta-feira (10). O atendimento voltará ao normal na sexta (11).

O SAC Empresarial reúne em um só espaço a Junta Comercial da Bahia (Juceb), as secretarias da Fazenda (Município e Estado), a Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Serviço de Atendimento ao Fornecedor (SAF), Ibametro, o Instituto do Meio Ambiente e Recurso Hídricos (Inema), Vigilância Sanitária e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

São oferecidos serviços de cadastramento, recadastramento e orientação ao empresário que busca legalizar, alterar ou encerrar a sua empresa, emissão de certidões de regularidade fiscal, recolhimento de impostos, análises de projetos e licenças.

Disponibiliza ainda um Núcleo de Orientação que presta atendimento personalizado, orientando o futuro empresário em assuntos como cadastramento da empresa e viabilidade técnica do negócio, até etapas seguintes do processo, prazos, custos e documentação necessária.

Com informações da SECOM

SAC Empresarial da Boca do Rio reabre após reforma

O posto do SAC Empresarial instalado no Multishop, na Boca do Rio, reabre nesta quarta-feira (25), após 20 dias fechado para reforma nas instalações. Com foco na racionalização e modernização dos serviços prestados ao empresariado baiano, a unidade passa a atender com um novo layout, em uma área de mais de 300 metros quadrados.

No local, o empreendedor tem à disposição todos os serviços necessários à abertura e legalização da empresa. O espaço será utilizado como referência no modelo de gestão, formato e operacionalização em 20 municípios baianos.

“Essa ação, em parceria com o Sebrae [Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas], visa aprimorar os projetos já existentes e apoiar iniciativas que promovam a competitividade e priorizem o fortalecimento do segmento no nosso estado”, disse o secretário da Indústria Comércio e Mineração, James Correia.

No ano passado, o SAC Empresarial do Multishop legalizou 1.927 empresas e 1.327 empreendedores individuais – empresários de pequeno porte que faturam até R$ 36 mil por ano e sejam optantes do Simples. Nos três primeiros meses deste ano, foram abertas 383 empresas e legalizados 311 empreendedores individuais.

Diversos serviços em um só lugar

O espaço, denominado Sala do Empreendedor, reúne a Junta Comercial da Bahia (Juceb), as secretarias da Fazenda (município e estado), a Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom), o Sebrae, o Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), o Instituto do Meio Ambiente e Recurso Hídricos (Inema), a Vigilância Sanitária (Visa) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Também são oferecidos serviços de cadastramento, recadastramento e orientação ao empresário que busca legalizar, alterar ou encerrar a sua empresa, emissão de certidões de regularidade fiscal, recolhimento de impostos, análises de projetos e licenças. O SAC Empresarial disponibiliza ainda um Núcleo de Orientação que presta atendimento personalizado, orientando o futuro empresário em assuntos como cadastramento da empresa e viabilidade técnica do negócio, até etapas seguintes do processo, prazos, custos e documentação necessária.

Com informações da SECOM