balanço Archive

Bahia gera 10.186 empregos formais em abril e lidera ranking do Nordeste

No mês de abril deste ano, a Bahia contabilizou um saldo positivo de 10.186 postos de trabalho com carteira assinada, o que a levou à primeira posição entre os estados da Região Nordeste. O resultado é decorrente da expansão no emprego em todos os setores de atividade, principalmente nos de serviços (+2.969 postos), construção civil (+2.783) e da agropecuária (+2.297).

No acumulado do ano de 2013, a Bahia apresentou um saldo de emprego da ordem de 15.078 postos de trabalho, considerando a série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo. Com este resultado, também se mantém na primeira colocação entre os estados do Nordeste em relação à criação de empregos, sendo, inclusive, um dos dois únicos a apresentar saldo positivo nos quatro primeiros meses de 2013.

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), analisados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia da Secretaria do Planejamento (Seplan), o saldo registrado em abril expressa a diferença entre o total de admissões (74.744 vagas) e desligamentos (64.558). E se situou em um patamar superior ao contabilizado em igual período do ano anterior (+7.847 vagas) e superior ao mês de março de 2013 (+375, sem considerar as declarações fora do prazo).

Já em relação às admissões e desligamentos, ambos ganharam força quando comparados ao mês anterior, quando foram admitidos 63.736 trabalhadores e demitidos 63.361 profissionais. Apenas cinco estados contaram com saldos positivos no período, além da Bahia – Ceará (+4.022 postos), Sergipe (+2.520 postos), Piauí (+1.324 postos) e Paraíba (+205 postos). Apresentaram saldos negativos o Maranhão (-736 postos), Rio Grande do Norte (-1.146 postos), Pernambuco (-4.357 postos) e Alagoas (-13.646 postos).

Nova fase
De acordo com avaliação do secretário do Planejamento, José Sergio Gabrieli, os dados podem estar indicando uma nova fase do calendário agrícola, pós o período mais crítico da estiagem. “Por outro lado, as áreas com maior crescimento dos saldos postos, Salvador, Brumado e Encruzilhada, também podem estar refletindo uma retomada de investimentos. Não somente o mercado de trabalho está apontando para recuperação do crescimento como para uma possível continuidade nos próximos meses”

Para o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, o resultado é muito expressivo para a Bahia e o Brasil, em “um ano que não tem sido dos melhores na criação de empregos por conta da crise internacional”. Segundo ele, “com a atração dos novos investimentos, como o centro de distribuição do Magazine Luiza, a montadora Jac Motors e tantas outras grandes empresas que o Governo do Estado tem trazido para o estado, a perspectiva é de manutenção deste quadro de retomada de aquecimento da economia, resultando na geração de mais empregos”.

Acumulado do ano
Além da Bahia, o Piauí apresenta um saldo positivo no acumulado do ano com 1.237 empregos criados. Os demais saldos dos estados da região foram Sergipe (-198 postos), Ceará (-622 postos), Maranhão (-3.648), Rio Grande do Norte (-3.976), Paraíba (-6.965), Pernambuco (-29.384) e Alagoas (-37.971).

Para o diretor geral da SEI, Geraldo Reis, o resultado surpreende positivamente, uma vez que os números do primeiro trimestre apontavam para um arrefecimento da oferta de vagas. Em relação à diferença significativa apresentada pela Bahia, perante aos outros estados do Nordeste, ele sinaliza para a necessidade de averiguar se ocorre uma mudança substancial na dinâmica econômica do nosso estado.

“Como se pode observar, a economia nordestina, no período mais recente, vinha perdendo força pelo fato de seu crescimento estar focado, sobretudo, no consumo das famílias e em função das políticas de transferência de renda, e do peso que tem o salário mínimo na região”, enfatiza Reis.

Ele diz ainda que “o início da retomada dos investimentos pelos setores empresarial e público pode sinalizar um maior equilíbrio entre os pilares dessa nova etapa de dinamização da economia nacional e baiana”. O saldo de 10.186 empregos, segundo Reis, se aproxima dos anos em que a economia baiana estava bastante aquecida, como 2007, 2008, 2010 e 2011.

Mais postos de trabalho em Salvador, Eunápolis e Brumado
Ao analisar os dados referentes ao saldo de emprego em abril deste ano para a distribuição intraestadual, constata-se que o resultado do emprego na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e no interior, foi positivo. Foram criados no interior 7.022 empregos, enquanto na RMS foi apurado um saldo de 3.164 postos de trabalho.

Quanto à geração de emprego no início de 2013, a participação do interior do estado foi de 8.835 postos de trabalho criados, ao passo que a RMS criou 6.243 empregos com carteira assinada.

Em abril de 2013, considerando os municípios com mais de 30 mil habitantes, Salvador, Eunápolis e Brumado destacaram-se na criação de novas oportunidades de trabalho formal na Bahia. A capital baiana apurou um saldo de 3.654 novas contratações formais, Eunápolis gerou 1.013 empregos e Brumado registrou a criação de 898 empregos.

Entre os municípios que tiveram os menores saldos de empregos em abril estão Camaçari (-716 postos), Simões Filho (-333 postos) e São Sebastião do Passé (-274 postos).

Com informações da SECOM

Governador faz balanço da gestão em programa de rádio

Durante o programa, o governador destaca também o lançamento, nesta quinta (16), da revista “6 Anos de Governo”, que faz um balanço das ações.

A atração de investimentos estrangeiros, o avanço da gestão do Estado nos últimos seis anos e o reforço na área do turismo, com a realização do GP Bahia de Stock Car neste final de semana, são assuntos de destaque do programa Conversa com o Governador desta terça-feira (14), gravado por telefone diretamente de São Paulo, nesta segunda (13), onde Jaques Wagner participou do 31º Encontro Econômico Brasil-Alemanha e Rodada de Negócios. De lá, ele viajou para Nova Iorque, nos Estados Unidos, onde mantém contatos com o empresariado da área de infraestrutura.

Wagner diz que a missão oficial aos EUA é “para mostrar as nossas possibilidades e, particularmente, a ponte Salvador-Itaparica. É um investimento muito grande, que está em andamento, está maturando. Creio que ano que vem a gente já pode fazer a licitação”. Segundo ele, o Brasil “virou uma oportunidade” para investimento na área de infraestrutura.

Sobre o encontro com empresários alemães em São Paulo, Wagner enfatizou que a intenção foi “colocar a Bahia como a opção” para indústrias e empresas interessadas em investir no estado. E exemplificou a Basf, “a maior indústria química do mundo, que está fazendo o maior investimento da história de 100 anos no Brasil, “exatamente na Bahia – no Polo de Camaçari -, lançando a nova cadeia produtiva do chamado ácido acrílico”. Segundo ele, isso vai representar uma nova vertente de desenvolvimento e de oxigenação para o Polo”, nesses 35 anos de implantação, com atração de mais indústrias.

Balanço das ações
Durante o programa, o governador destaca também o lançamento, nesta quinta-feira (16), da revista “6 Anos de Governo”, que faz um balanço das ações desenvolvidas, com foco no social, “aproveitando esse momento especial dos últimos dez anos com o presidente Lula e a presidenta Dilma”.

De acordo com Wagner, a gestão tem “muita coisa a apresentar para a população” em diversas áreas como a saúde, com a implantação de 530 postos de Saúde da Família, inauguração de cinco hospitais – triplicando o número de leitos de UTI -, ampliação do Samu 192.

No setor habitação, ele destaca mais de 100 mil unidades entregues e outras 50 mil contratadas. Em infraestutura, o governo relaciona os sete mil quilômetros de estradas – “e estamos continuando nessa batida, querendo chegar a nove mil quilômetros.

Quanto à segurança pública, o governador diz que houve renovação da frota, contratação de novos policiais, construção de presídios. Também nas áreas de educação, cultura, saneamento, abastecimento de água, ele enfatiza que o investimento “foi muito grande. Creio que nós temos hoje marcas, inclusive, reconhecidas fora do Brasil, na qualidade de gestão, na atração de investimento, na forte geração de emprego e na forte oportunidade de progressão social do nosso estado”.

Turismo
Jaques Wagner ainda destaca no programa as ações do governo para fortalecer a área do turismo – a exemplo da construção da Arena Fonte Nova e reinauguração do tradicional Hotel da Bahia, pela rede Sheraton -, salientando o GP Bahia de Stock Car, que pela quinta vez será realizado neste final de semana no Circuito Ayrton Senna, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).
O governador enfatiza que esse esforço na área do turismo “é muito importante para a geração de empregos, a atração de novos turistas e, portanto, mais negócios na Bahia. A Stock Car cumpre esse papel. Um evento que é acompanhado por milhões pela televisão e milhares no nosso circuito Ayrton Sena”.

Wagner afirma que os pilotos lhe disseram que o circuito baiano de rua é um dos que “eles mais gostam, com a beleza de Salvador”. O GP, “mais uma vez, vai cumprir esse papel de atrair novos turistas e fazer aumentar os negócios em torno de bares, restaurantes, hotéis, e de táxi também. Então, foi mais uma conquista nossa, para dinamizar o turismo e a geração de empregos em Salvador”.

O programa é produzido pela Secretaria de Comunicação Social do Estado da Bahia (Secom), veiculado toda terça-feira, às 7h30, pela Rádio Educadora FM 107,5 MHz e reproduzido por vários veículos de comunicação, além de ficar disponível na página do Conversa e pelo telefone 0800-071-7328.

Ouvidoria Geral do Estado prestou 1.796 atendimentos durante o Carnaval 2013

Em comparação com os atendimentos realizados no Carnaval 2012, houve um crescimento de 1.068 registros. Confira os dados do atendimento

Durante o Carnaval 2013,  a Ouvidoria Geral do Estado prestou 1.796 atendimentos aos cidadãos, sendo que 76% das ocorrências já foram finalizadas. Deste total, 787 manifestações foram relacionadas ao Carnaval, que corresponde a 52%. Em relação a resolubilidade das demandas do Carnaval 2013, 96% já foram encerradas. Em comparação com os atendimentos realizados no Carnaval 2012, houve um crescimento de 1.068 registros.

Distribuição das manifestações por dia

Distribuição das manifestações por dia

As áreas mais demandas, quando o assunto teve relação com o Carnaval, foram o Turismo, com 96% dos registros, em sua maioria pedidos de informação e  3%  na área de Segurança Pública, com reclamação/denúncia sobre a atuação da Polícia durante a festa.

No que tange os municípios, as demandas foram oriundas de Salvador (99%), Salinas da Margarida (0,21%) Várzea Nova, Santa Cruz da Vitória, Santa Bárbara, Porto Seguro, Ilhéus e Piatã ambos com 0,11%.

Estado apresenta resultados obtidos com planejamento para o Carnaval 2013

A avaliação do trabalho do Governo da Bahia durante os seis dias do Carnaval 2013 foi positiva, de acordo com os secretários estaduais que apresentaram balanço das ações, nesta quarta-feira (13), na sede das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), no Campo Grande. A entrevista coletiva contou com a participação dos secretários da Segurança Pública, Maurício Barbosa, da Cultura, Albino Rubim, do Turismo, Domingos Leonelli, da Comunicação, Robinson Almeida, e do chefe de gabinete da Secretaria da Saúde, Washington Couto.

Para garantir a segurança dos foliões, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) montou esquema especial para o Carnaval 2013, resultando numa maior produtividade do trabalho policial. Este ano houve um aumento no efetivo e foi introduzido o serviço de exame de lesão corporal, que pôde ser realizado diretamente nos postos instalados nos circuitos.

Secretários estaduais fazem balanço do Carnaval 2013 | Crédito: Raul Golinelli/GOVBA

Secretários estaduais fazem balanço do Carnaval 2013 | Crédito: Raul Golinelli/GOVBA

De acordo com Maurício Barbosa, 24 mil policiais, entre civis e militares, trabalharam durante a folia. O efetivo foi distribuído nos três circuitos oficiais (Batatinha, Dodô e Osmar), nos carnavais de bairro da capital, nas cidades do interior e na Região Metropolitana de Salvador.

“Temos um planejamento que é aperfeiçoado a cada ano. A tecnologia alinhada aos recursos humanos, o aprimoramento e a experiência de nossos policiais fazem a diferença, garantindo a segurança de todos no Carnaval”, afirmou Barbosa.

O trabalho resultou no aumento de alguns índices de registros de ocorrências policiais. O número de pessoas conduzidas para unidades policiais foi de 856, um acréscimo de 150,3%, se comparado à folia em 2012, quando foram registradas 342 conduções. O número de prisões em flagrante nos três circuitos da folia foi de 144, um aumento de 94,6% quando comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram efetuadas 74.

Por uso e tráfico de drogas, a polícia conduziu 323 pessoas às unidades policiais, um aumento de 115,3%, comparado-se com os registros do ano passado, quando 150 foliões foram flagrados consumindo ou vendendo drogas. Outro número que comprova a eficiência do trabalho da polícia baiana na maior festa a céu aberto do planeta é o de apreensão de armas de fogo e branca, que teve um aumento de 52,9%, sendo 26 registros em 2013 e 17 no ano passado.

Atendimento na saúde contou com 1975 plantões extras

Na área da saúde, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) reforçou os plantões em 12 unidades durante os dias do Carnaval em Salvador. Da sexta-feira (8) até a manhã desta quarta-feira, os seis hospitais, as quatro unidades de emergência e as UPAs de Escada e de Roma, que funcionaram durante o Carnaval com reforço efetivo, em apoio aos postos de saúde do município de Salvador, registraram um total de 217 atendimentos. Em 2012, durante o mesmo período, foram 204 atendimentos.

De acordo com Washington Couto, durante o Carnaval, a Sesab desenvolveu um esquema especial de atendimento para a população. Foram criados plantões extras para profissionais de saúde, que estão atuando nos hospitais e unidades de emergência – hospitais Geral do Estado, Roberto Santos, Ernesto Simões Filho, Eládio Lasserre, Menandro de Faria e do Subúrbio, além das unidades de emergência Mãe Hilda (Curuzu), São Caetano, Cajazeiras VIII e Pirajá, e nas UPAs 24 horas de Escada e de Roma. Para atender à demanda do Carnaval, a Sesab teve um reforço de mais 885 profissionais de saúde e pessoal de apoio, totalizando 1975 plantões extras.

Diversidade foi destaque nas áreas de turismo e cultura

O Carnaval do Pelô atraiu baianos e turistas que buscavam diversidade cultural e tranquilidade para curtir a festa. Foram 41 atrações selecionadas para tocar nas praças e no Largo do Pelourinho e 32 entidades que desfilaram nas ruas. A programação aglutinou desde marchinhas até grandes shows, como os do palco temático, que teve Moraes Moreira no primeiro dia da festa. Além do Pelô, a Secretaria da Cultura (Secult) investiu também no Carnaval Ouro Negro, com 133 entidades, e no Carnaval Pipoca, do qual participaram 20 trios com no mínimo três atrações cada um.

“Com tantas atrações de qualidade e por ser considerada a maior festa de rua do mundo, o Carnaval de Salvador atrai visitantes de vários lugares do país e do mundo”, disse Albino Rubim. Segundo ele, 1,5 milhão de pessoas curtiram o Carnaval de forma gratuita, por meio do Carnaval Pipoca, Ouro Negro e no Pelô.

Dados da Secretaria do Turismo mostram que, durante o Carnaval, a ocupação dos hotéis próximos aos circuitos da festa foi de 94%. A Setur também disponibilizou sistema de informações para atender os visitantes. O programa Guias e Monitores realizou 127.746 atendimentos até às 7h desta Quarta-feira de Cinzas, número 45,5% superior ao registrado no mesmo período, em 2012.

Do total de atendimentos, 47,8% eram baianos, 39,2% de turistas de outros estados e 13% de turistas estrangeiros. Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e o Distrito Federal representaram 27,7% dos turistas brasileiros atendidos. Entre os estrangeiros, destaque para os argentinos, norte-americanos, espanhóis, israelenses, franceses, chilenos, italianos e alemães. Este ano, foram registrados muitos atendimentos a australianos (497), canadenses (280), japoneses (194) e suíços (154).

Com informações da SECOM

Plantão da Ouvidoria Geral vai até a Quarta-Feira de Cinzas

Até às 20h da Quarta-Feira de Cinzas, a Ouvidoria Geral do Estado terá plantão de atendimento aos cidadãos, 24h, pelo 0800-284-0011 (inclusive recebe ligação de celular), via fax (71) 3115-6901 ou pelo site.

Nos circuito da folia, o cidadão conta com atendimento da Ouvidoria nas carretas do SAC Móvel (Ondina e Politeama), nos postos da Polícia Militar, além dos terminais de transportes (Rodoviária e Ferry Boat).

De quinta-feira (7) até esta segunda (11), a Ouvidoria Geral do Estado já atendeu 1.200 pessoas. Deste total, 56% está relacionada diretamente ao carnaval. Pedidos de informações turísticas contabilizam 96% dos atendimentos, 3% assuntos relacionados à área da segurança pública e 1% assuntos administrativos. 95% dos registros já foram respondidos.

Observatório apresenta relatório de violações de direitos de crianças e adolescentes neste carnaval

Entre as 18h desta quinta ( 7) ao sábado (9) até às 6 h, a maioria dos atendimentos nos postos de saúde ocorreu no Circuito Dodô, concentrando-se em torno das Avenidas Sabino Silva e Ademar de Barros, seguido do Circuito Osmar, região da Piedade, principalmente no horário noturno compreendido entre 19h do dia anterior e 6h da manhã do dia posterior. Este foi um dos aspectos analisados pelo Observatório de Violações de Direitos de Crianças e Adolescentes, que atua pela primeira vez no Carnaval deste ano.

No período verificado, foram atendidas nos postos de saúde do circuito 1.409 pessoas, sendo que destas, 120 foram crianças e adolescentes (8,6%). Desse total, 114 (95,0%) eram adolescentes e 6 (5,%) eram crianças. O circuito Barra/Ondina (Dôdo) foi o que apresentou maior número de atendimentos (58,3%) de crianças e adolescentes, enquanto que o circuito Campo Grande/Praça Castro Alves (Osmar) 40,8% foi o segundo e o circuito do Pelourinho (Batatinha) apenas 1 caso.

sedes

Objetivo é contribuir para a tomada de decisões estratégicas e estimular o desencadeamento de ações proativas dos órgãos e instituições | Crédito: Ascom/SEDES

A maioria das crianças e adolescentes atendidas eram negras: 80 (66,7%) e as crianças e adolescentes do sexo masculino foram as que mais freqüentaram os postos de saúde, sendo 62,5% do sexo masculino e 37,5% do sexo feminino. As violências (agressões com arma de fogo, com arma branca, substâncias químicas, (40,0%), as doenças e agravos naturais (dor de cabeça, diarréias, dor de dente, calosidades etc.) 25,8%, os acidentes (de transportes, quedas, ferimentos acidentais etc. 15,8%); as intoxicações alcoólicas 14,2% e os agravos violentos ou acidentais cuja intencionalidade foi possível identificar (4,2%) foram as mais freqüentes causas de atendimento.

O trabalho está sendo realizado em parceria com serviços de saúde, conselhos tutelares, Polícias Militar e Civil, Ministério Público Estadual, Defensoria Pública, Juizados da Infância e da Juventude, Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) e do Instituto Médico Legal Nina Rodrigues. Nove técnicos trabalham no órgão, que funciona entre os dias 8 e 13 de fevereiro (sexta a quarta-feira de cinzas), na Sede do Serviço Viver (IMLNR), das 7h às 19h.

De acordo com a coordenadora do Observatório, Sandla Barros, a iniciativa está fornecendo dados de violação de direitos durante a festa, de forma a fomentar a implementação de ações que diminuam o número das ocorrências a cada ano. “É importante propor ações para que os órgãos do sistema de garantia de direitos atuem nos locais e horários onde as situações mais acontecem, como no Circuito Dodô (Barra-Ondina), no período noturno”, explicou.

Com informações da SEDES

Unidades de Saúde atenderam 73 casos relacionados ao carnaval

As unidades da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) que estão atuando nos casos de maior complexidade relacionados com o Carnaval, atenderam, de quinta-feira à noite até às 8h30 deste domingo (10), 73 pacientes. A maior parte do atendimento foi registrada no Hospital Geral do Estado (HGE), que registrou 56 casos, a maior parte decorrente de agressão física.

As pessoas também procuraram o Hospital Eládio Lasserre, onde foram atendidos cinco pacientes, seguido do Hospital Ernesto Simões Filho, com quatro atendimentos, depois Hospital Menandro de Farias, com três. O Hospital Geral Roberto Santos e a Unidade de Emergência do Curuzu fizeram dois atendimentos cada e a Unidade de Emergência de São Caetano realizou apenas um atendimento.

Neste Carnaval, a Sesab está mantendo um esquema especial de atendimento a população, inclusive, com a criação de plantões extras para profissionais de saúde, que estão atuando nos hospitais e unidades de emergência. Para atender à demanda durante a festa, a Sesab conta com o reforço de mais 885 profissionais de saúde e pessoal de apoio e promoverá 1.975 plantões extras.

O esquema especial de plantões está funcionando nos hospitais Geral do Estado, Roberto Santos, Ernesto Simões Filho, Eládio Lasserre, Menandro de Faria e do Subúrbio, além das unidades de emergência Mãe Hilda (Curuzu), São Caetano, Cajazeiras VIII e Pirajá e nas UPAs 24hs de Escada e de Roma.

Com informações da SECOM

Bases comunitárias de segurança são ampliadas em 2012

Com uma média de 50% a 60% de redução dos índices de criminalidade em bairros de Salvador contemplados em 2011 com as primeiras bases comunitárias, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) trabalhou este ano com o objetivo principal de expandir este modelo de policiamento para outras localidades da capital e outras cidades. Este ano, além das bases, Ilhéus ganhou o Departamento de Polícia Técnica (DPT), para atender a todo o sul do estado, viaturas dentro do processo de modernização da polícia e cursos preparatórios para atuação nos eventos da Fifa: Copa das Confederações, em 2013, e Copa do Mundo, em 2014.

Das sete bases comunitárias inauguradas este ano, três foram implantadas em bairros de Salvador, que, assim como o Calabar e o Complexo do Nordeste de Amaralina, beneficiados em 2011, tinham histórico de índices de violência elevados. Localizado no subúrbio ferroviário, o bairro de Fazenda Coutos foi o primeiro a receber (em janeiro) uma base comunitária de segurança, com 120 PMs e quatro viaturas. Em setembro, os moradores do Bairro da Paz e Rio Sena, essa última localizada no subúrbio ferroviário, receberam o modelo de policiamento comunitário, filosofia das bases. Para a unidade do Bairro da Paz foram disponibilizados 120 policiais militares, com o suporte de quatro viaturas. Em Rio Sena Rio Sena também trabalham 120 PMs, que contam também com quatro veículos, cada, para patrulhamento.

A primeira base inaugurada fora da capital foi a de Itinga, que fica no município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), em agosto, com um efetivo de 120 PMs e quatro viaturas para patrulhamento e abordagens. Em setembro, Feira de Santana, a maior cidade do interior baiano, situada a 108 quilômetros de Salvador, ganhou a primeira base. Instalada no bairro de Campo Américo, a unidade conta com 80 PMs e quatro viaturas.

O sul e o sudoeste da Bahia também foram contemplados com esta nova filosofia de policiamento comunitário: as cidades de Itabuna (em setembro) e Vitória da Conquista (em novembro) tiveram bases implantadas este ano. Em Itabuna, a unidade fica no bairro de Monte Cristo, com um efetivo de 80 policiais militares e quatro viaturas, enquanto em Conquista fica na localidade conhecida como Nova Cidade e dispõe de um efetivo de 80 PMs e quatro viaturas.

DPT/Ilhéus

Reconhecido nacionalmente pela eficiência e estrutura para investigação de crimes, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) inaugurou uma unidade em Ilhéus no final de novembro. Além da cidade, atende aos demais municípios da região. O DPT possui estrutura para os serviços de perícias criminais e médico-legais, análise de drogas, vistoria em veículos, engenharia legal e balística. Localizada na Rua Ministro José Cândido (centro), a unidade ganhou também viaturas para perícia e remoção de corpos.

Efetivo, viaturas e cursos

Neste ano de 2012, 1.851 policiais militares foram contratados e colocados à disposição da população baiana na prevenção e combate à criminalidade. Este efetivo foi incorporado nas bases comunitárias de segurança e nas companhias independentes de policiamento especializado, que trabalham ostensivamente e na captura de quadrilhas de assaltantes de banco no interior do estado.

Cerca de 700 veículos foram adquiridos pela SSP e distribuídos para as polícias Militar, Civil e Técnica ao longo do ano. Dotados de radiotransmissor e GPS, fazem parte do projeto de reaparelhamento da frota. As unidades móveis foram encaminhadas para unidades de Salvador, RMS e do interior.

Durante este ano, uma parceria da SSP com a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (Aecid) garantiu a realização de cursos de capacitação dos servidores policiais, ministrados por instrutores do Corpo Nacional de Polícia da Espanha. Um dos treinamentos de destaque foi o Tedax – NRBQ (Bombas, Explosivos, Agentes Químicos, Biológicos, Radioativos e Nucleares), credenciando a polícia baiana como uma das mais preparadas do mundo.

Mais de 22 mil crianças e adolescentes são formados no Proerd

Entre as atividades e os programas desenvolvidos que estreitam os laços entre a polícia e a comunidade, destaca-se a formação de mais de 22 mil crianças e adolescentes no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), alunos de 306 escolas (estaduais, municipais e particulares), em 73 municípios baianos. Com caráter social e preventivo, a Polícia Militar já formou mais de 250 mil jovens no programa, desde que foi implantado na Bahia, em 2003. A PM também realizou ações sociais nas bases comunitárias de segurança e demais unidades operacionais.

Com informações da SECOM

Lei de Acesso à Informação: Ouvidoria Geral recebeu 3.120 pedidos em dois meses

A Ouvidoria Geral do Estado da Bahia recebeu 3.120 pedidos de informação acerca dos órgãos públicos estaduais, após a vigência da Lei de Acesso à Informação, que completa dois meses nesta segunda-feira (16). Até às 12h desta segunda (16), dos 3.120 registros, 94,5% foram respondidos os 5,5% restantes ainda estão no prazo, estabelecido por Lei, para serem respondidos.

Na avaliação do ouvidor-geral do Estado da Bahia, Jones Carvalho, a Lei de Acesso à Informação “foi uma lei que ampliou a participação popular na administração pública, garantindo ao cidadão uma resposta ao seu pleito”, avalia. Na Bahia, os cidadãos devem formalizar os pedidos de informação ao Governo do Estado na Ouvidoria Geral, seja por meio do site www.ouvidoriageral.ba.gov.br, na Central de Atendimento (0800-284-0011), nas carretas do SAC Móvel (consulte roteiro), presencialmente nas Ouvidorias Especializadas de cada órgão público ou na Ouvidoria Geral do Estado, que fica localizada 3ª Avenida, nº 390, 2º andar, Plataforma IV, térreo, Centro Administrativo da Bahia (prédio da Governadoria). CEP: 41.745-005, Salvador-Bahia.

Fifa avalia positivamente andamento das obras da Arena Fonte Nova

Engenheiros, técnicos e consultores internacionais da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL) fizeram uma avaliação positiva das obras da Arena Fonte Nova após a vistoria realizada na manhã desta quinta-feira (26) no local. A delegação, composta por oito membros, fez um sobrevoo de helicóptero por Salvador e uma visita guiada ao estádio. O resultado da observação será consolidado em um relatório, que será enviado para as autoridades da Fifa, avaliando a possibilidade de Salvador sediar jogos da Copa das Confederações, em 2013. A previsão é de que a Arena Fonte Nova seja concluída em dezembro deste ano.

Durante a tarde, o grupo se reuniu, no Gran Hotel Stella Maris, com o governador Jaques Wagner, secretários estaduais e municipais e representantes da Fonte Nova Negócios e Participações. No encontro, a delegação do COL assistiu a uma apresentação técnica do andamento da obra.

“Constatamos que os trabalhos continuam e a obra já está chegando a seu último nível. Agora, vamos fazer um relatório para Fifa relatando tudo que vimos aqui. São eles que vão definir se Salvador também será sede da Copa das Confederações”, afirmou o diretor do escritório da Fifa no Brasil, Fulvio Danilas.

Avanços

O diretor executivo operacional do COL, Ricardo Trade, afirmou “estar impressionado” com os avanços na construção do estádio que sediará os jogos da Copa de 2014. De acordo com Trade, na visita à Arena foram avaliados o cumprimento do cronograma das obras, as etapas construtivas e as formas que estão sendo feitas para antecipar as fases seguintes.

“Tudo isso nos deu uma idéia muito boa de que estão no caminho certo. O progresso da Fonte Nova e o empenho do Governo do Estado são passos importantes no caminho para que se chegue a uma decisão favorável a Salvador”, enfatizou Trade. A previsão é que até o final de junho a direção da Fifa divulgue a entrada ou não de Salvador na Copa das Confederações.

Estádio é o primeiro a instalar a estrutura metálica da cobertura

O que mais impressionou os engenheiros e técnicos da Fifa durante a vistoria foi a antecipação da estrutura metálica da cobertura do estádio, tornando a Arena Fonte Nova o primeiro estádio brasileiro a realizar a instalação da estrutura, prevista inicialmente para maio, mas começou este mês. No total, 59% das obras da arena já foram concluídas.

Atualmente, estão sendo executados também os serviços de montagem da superestrutura da arena, com a colocação de pilares, vigas e lajes, e colocadas as vigas jacarés (que apoiam as arquibancadas), e em fase avançada a instalação das arquibancadas. A montagem da superestrutura já passa dos 95% de execução.

Para o governador Jaques Wagner, todos os esforços a fim de avançar nas obras do estádio, cumprindo o cronograma da Fifa, possibilitam que a capital baiana se torne uma das sedes da Copa das Confederações de 2013. “Com essa visita técnica, demos mais um passo para o evento. Não há definição, mas estamos na expectativa. Mostramos tecnicamente a evolução da obra e queremos provar que Salvador reúne as condições técnicas de estar na Copa das Confederações”.

Com informações da SECOM