Arena Fonte Nova terá jogo do Brasil na Copa das Confederações 2013

A Fifa divulgou, nesta quarta-feira (30), em entrevista coletiva no Hotel Sheraton, no Rio de Janeiro, a tabela de jogos da Copa das Confederações 2013. A Arena Fonte Nova, em Salvador, vai receber três jogos, ente eles, o último da seleção brasileira na fase de classificação, no dia 22 de junho, partida que pode definir a participação do Brasil nas finais. Além desse jogo, a Arena Fonte Nova receberá mais um da fase de classificação, no dia 20 de junho, e a disputa do terceiro lugar, no dia 30 de junho.

O governador Jaques Wagner, o secretário de Comunicação, Robinson Almeida e o secretário para Assuntos da Copa, Ney Campello, participaram do evento, que foi comandado pelo secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, o ex-jogador Bebeto, membro do Conselho do Comitê Organizador Local, e pelo ministro dos Esportes, Aldo Rebelo.

Para o governador, “Salvador teve o reconhecimento da Fifa pela história, primeira capital do Brasil, pela nossa tradição com grandes eventos e pelo esforço que fizemos para acelerar a construção da Arena Fonte Nova. Tenho certeza que vamos fazer uma grande Copa das Confederações e dar sorte para o Brasil chegar mais uma vez às finais”.

O secretário de Comunicação destacou que o anúncio desta quarta-feira reafirma a participação da Bahia na Copa das Confederações e, além disso, a proximidade do jogo do Brasil em Salvador com o São João é uma oportunidade para promover a festa. “A partida vai atrair aqueles que gostam de futebol e nós vamos bolar uma estratégia de ligar o futebol ao forró e promover ainda mais o turismo baiano”.

Quinze seleções

Somando os dias de jogos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, a Arena Fonte Nova terá 45 dias de jogos. Ao todo serão nove partidas, que podem trazer à Bahia 15 seleções diferentes a depender das combinações e resultados. Segundo o secretário para Assuntos da Copa, isso garante um grande fluxo de turistas e um ganho para a economia.

Além de Salvador, a Copa das Confederações terá partidas em Brasília, onde será feita a abertura, no Rio de Janeiro, onde acontece a final, em Recife, Fortaleza e Belo Horizonte. A competição reúne as seleções campeãs continentais, mais o Brasil, país-sede, e a Espanha, última campeã mundial. Já estão classificadas as seleções do Japão, campeã asiática, México, campeã da América do Norte, e Uruguai, campeã da América do Sul. Faltam as campeãs da África, Europa e Oceania.

Obras

Durante a coletiva de imprensa, o secretário-geral da Fifa foi questionado sobre um possível atraso nas obras ligadas à Copa do Mundo 2014. Valcke deixou claro que o importante para a competição são os estádios e que as demais intervenções, caso não fiquem prontas a tempo, não comprometeriam a realização do Mundial.

“Essas obras são importantes para o Brasil, mas não são as de maior importância para o mundial. Eu inclusive já tratei disto com o governo brasileiro e deixei claro que não há preocupação a esse respeito”. Valcke também explicou que a partir de agora os relatórios de avaliação das obras serão divulgados em conjunto pelo COL e pela Fifa, para evitar o choque de informações.

Com informações da SECOM

Print Friendly

About the Author

Assessoria de Comunicação da Ouvidoria Geral. Siga-nos no Twitter: @ouvidoriageral e curta a nossa Fan Page no Facebook - http://www.facebook.com/ouvidoriageraldabahia